Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

26/09/16

Daquilo dos blogues do ano

Eu já votei (uma vez que não tenho vida para mais) e fi-lo no blog Dias de Uma Princesa. O vídeo do parto -lindo de morrer- teve o seu peso, espero mesmo que ganhe, acho que nunca chorei por causa de um blog mas na realidade considero que bom, bom, era existir um prémio para todas as bloggers que fazem disto profissão. Imagino a paciência de merda que têm de ter para aturar as barbaridades que as ressabiadas dizem sobre elas e sobre as suas próprias decisões, as vezes que as pobres têm de morder a língua por não poderem responder à letra às que queriam mesmo muito ganhar alguma coisa com a merda que escrevem mas que, ups!, imagino os murros que têm que dar nas portas e paredes do mundo por forma a libertarem a frustação de não poderem partir os dentes às Diáconas da bloga. Não me chegariam as de minha casa, tinha de comprar outra só para me acalmar. A coragem que demonstram ter ao exporem-se a críticas de gente feia e obesa no que à falta de noção diz respeito, as vontades reprimidas de lançarem ao rio, bem fechadinhas nos meus ricos sacos pretos, as ressabiadas que nos massacram dia após dia, mês após mês, ANOS nesta merda desta insistência vazia de objectivo, se o tempo que esta gente -a crítica, a que define o que é bonito e feio, a que faz contas ao que as bloggers ganham- dedica a dissecar este tema, o empenho que imprimem em cada post que escrevem onde mencionam com os seus próprios motivos, o que é certo e o que é errado, fosse dedicado à prazerosa arte de bem foder, iriam ver como deixavam de ser tão azedas e como a vida dos outros deixava de fazer confusão.

Venha mas é de lá um prémio para as bloggers que levam com esta merda toda de sorriso nos lábios, enquanto são pagas para fazer algo que quem as aponta pagava para fazer.

 

elaborado com algum carinho por Filipa às 14:30

Ali ao lado