Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Afinal vou mesmo

Junho 25, 2012

Filipa


Viver para Londres.
E faz conta que isto é um blog famoso e eu uma blogger querida e que liga ao que vocês têm a dizer e ponho aqui a frase da praxe:

Pessoal, digam lá sítios giros para ver e cenas fixes para fazer que não seja levar com chuva no focinho nem fugir dos hooligans.



Agradecida

Mais cenas da minha vida amorosa que sei que estão danadinhos por saber destas merdas

Junho 15, 2012

Filipa

Ontem fui acabar uma das minhas tatuagens e vocês sabem o que padeço com as dores. Bom, se calhar não sabem.
Ontem fui acabar uma das minhas tatuagens e vocês sabem o que padeço com as dores, uma vez que já o referi aqui. Como estive mais de duas horas numa posição desconfortável e como já não caminho para nova, à noite tinha o pescoço dorido e a querer resvalar para um torcicolo. Pedi uma massagem à alminha, ali no pescoço e ombros e enquanto ele fazia o servicinho perguntei: 
-Tenho muitos nós?
E escuto um silêncio estranho (reparem como brinco com as palavras e saem coisas absolutamente deslumbrantes)
 -Tão? Tenho muitos nós ou não?- insisto.
E a criatura diz:
-Cala-te que estou a contá-los.



E pronto.
Sinto-me muito mais próxima de vós desde que comecei a partilhar cenas da minha intimidade, sobretudo as mais cómicas.

Também sei falar de relações, da lida da casa, do dia-a-dia na vida de um casal e dessas merdas que ninguém quer saber.

Junho 13, 2012

Filipa

Com muita pena minha eu e o meu gajo nunca seremos um casal tipo Bonnie e Clyde e muito por culpa dele que é um conas que valha-me deus.
Ontem no supermercado, reparámos que nao havia já não me lembro o quê e mais não sei o quê. Resolvi que em vez de acabar as compras, pagar, arrumar as coisas, rumar dali para fora e repetir tudo de novo, o melhor era mesmo cagar no carro, deixá-lo ali mesmo e ir embora, à procura de uma superfície comercial em condições que tivesse, mas em fresco, já não me lembro o quê e mais não sei quê.
E enquanto explicava isto mesmo ao babe e, acto contínuo, me dirigia para a saída, reparo que estou nada mais nada menos do que a falar sozinha. Olho para trás, "tão, pá?", e diz a criatura:

"espera aí que vou só arrumar os frescos no sítio"











Perceberam agora como é tão merdoso ler sobre o dia-a-dia das vossas relações? Entre outras coisas, somos os únicos a achar graça a cenas como esta.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D