Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




População, preciso de uma mãozinha

por Filipa, em 27.02.14
Para se ser doutor tem de se chegar atrasado às cenas. Não me posso esquecer deste mantra senão quando eu for doutora ainda caio no descrédito.
Estou à espera da doutora há que tempos e estou farta de fazer coisas absolutamente imprescindíveis e que de outra maneira não tinha hipótese de as fazer. 
Já actualizei o facebook aqui do blog, por exemplo. Três vezes.
Bom, não é?
Agora, bonito, bonito (vou-me abster da piada óbvia que o meu filho um dia há-de ler isto) era alguém explicar-me como coloco a ceninha ali na coluna ao lado que anuncia aos sete ventos que este blog também está no facebook.
Alguém?
Sim?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acordei às três da manhã e comi o resto da lasanha que sobrou do jantar que ontem dei a umas bestas famintas minhas amigas.
Tirei-a do frigorifico e marchou assim mesmo.
Hoje tenho consulta com a nutricionista e tenho menos de três horas para que a frase "não percebo o que está a correr mal, dra" saia de mim de forma convincente. Tenho de ter muito cuidado com a forma com que vou olhar para o chão quando fizer olhos de cachorrinho abandonado, não vá dar ares de arrependimento em vez de desilusão.
É preciso uma grande dose de imaginação para conseguir fazer esta dieta.
Mais do que força de vontade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ele diz que sou doida mas que sim senhora, 'bora para a frente que a malta está cá também para isso. 
Não sei onde vou arranjar tempo e memória para, mas o que é certo é que a vossa menina vai-se mandar de cabeça para mais estudos e o resto é conversa. Neste momento acho que não vou ser capaz, mais ou menos como quando tirei a carta, que não era capaz, que não conseguia meter mudanças sem olhar para a manete e vai-se a ver e hoje sou uma Fittipaldi do cacete.
Venham de lá essas palmas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Andava eu na Primark a ver se encontrava algo de muito específico, do tipo aquelas embalagenzitas pequerruchas que servem para o pessoal levar os seus pertences de beleza quando vão de viagem. Sou gaja viajadiça, sei do que falo.
Não há pachorra para andar com um carregamento de produtos para trás e para a frente, quando se pode andar com a medida exacta.
Porque acho importante divulgar coisas e serviços que efectivamente resultam, cá vai alho:
Encontrei e este traz três frascos com a respectiva etiqueta por forma a ninguém se baralhar. Podem usá-las para assinalar o vosso shampoo, o vosso condicionador e o vosso hidratante corporal preferido. Não mais precisam evitar comprar altos calhamaços de embalagens porque existe solução.
Ei-la:


1.50€ e eis-me munida de um frasquinho para o azeite e outro de vinagre.
Marmita com eles.


* não é plágio, han? É só, pá, olha, apeteceu-me.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe