Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

31
Mar15

Homens, já se deixavam de merdas, não?


Filipa

Falar sobre maquilhagem tem em mim o mesmo efeito que falar de gajas boas tem nos homens, maneiras que após ler um post em que um deles disserta à grande e à parvalhês acerca de tão caro assunto, sou obrigada a explicar porque é que há homens que se devem cingir às minis, aos tremoços e ao futebol.

Em primeiro lugar, e acredito que inexplicavelmente para o sexo masculino, há mulheres que não têm o mínimo jeito para se maquilharem. Não tem a ver com prática, com conhecimento ou vontade. Tem a ver com queda para a coisa. Por muito que sejam ensinadas, que leiam, que vejam e aprendam, é do caracinhas para o colocarem em prática. Neste caso o querer nada tem a ver com o poder. 

Outra coisa que deveis ter em mente é que as "profissionais das lojas" não estão para dar aulas de forma gratuita. Essa gente tem contas para pagar, mostrar vendas ao patrão, mostrar trabalho, ´tão a ver o filme?, Não banalizemos uma arte, o mercado faz isso por nós, desvalorizando o trabalho dessas profissionais que "supostamente sabem dar as indicações correctas". Portanto, desenganem-se, as profissionais trocam o serviço por uma venda, oferecer, oferecer, têm a paciência com que aturam gente desta. Maquilham tendo em vista a concretização de uma venda. Querem aprender? Escola convosco. Tudo tem o seu preço e a menos que gostem de gozar com quem trabalha, evitem de aceitar convites se sabem à partida que não vão comprar nada.

Ainda há muita mulher que não trata da sua pele. Reparem que não disse "que não prepara". Não podemos frisar o que devia ser rotina, e dar a entender que é um passo obrigatório quando a mulher se vai maquilhar. Devia ser prática bi-diária, com ou sem maquilhagem. Uma pele tratada é uma pele com meia maquilhagem e saudável por mais tempo. Não percebo porque é que isto acontece, com tanta informação disponível. O tempo não é desculpa, toda a gente tem tempo para lavar os dentes, certo?, colocar um creme é coisa para dois minutos. A mulher gosta é de milagres e a prova disso mesmo é a existência de homens que falam com propriedade em coisas que estão muito longe da sua esfera que, apesar de enfeitada, é singela e pequenina.

Ao contrário do que os homens que dão dicas de maquilhagem pensam, não são só as peles secas que precisam de ser hidratadas. As peles oleosas, por exemplo, desidratam com mais facilidade do que as secas devido ao descontrolo de produção de oleosidade versus a de água, característica deste tipo de pele. O tipo é diferente do estado. As peles secas podem-no ser e juntar à festa a desidratação. É complexo, pois é?, aposto que mais do que desmontar um motor Z3 e tornar a montá-lo. Não basta mandar hidratar as peles, há que explicar o porquê. Mas com carinho e paciência, uma vez que as mulheres não gostam de mostrar que não sabem sempre tudo.

O blush pode ser protagonista. Aliás, na mesma peça podem brilhar vários protagonistas sem que se anulem ou ofusquem. Parcimónia rima com maquilhagem. O meu blush contracena na mesma medida que a minha máscara de pestanas e são ambos as estrelas da companhia. Um batom pode ser protagonista. Um iluminador pode ser protagonista. Uma base pode ser protagonista. Depende do que pretendo transmitir com determinada maquilhagem: se quero mostrar uma pele perfeita e naturalmente iluminada, a base e o pó serão os protagonistas. Se pretendo um rosto esculpido e definido, o pó é a estrela. Se quero uma boca perfeita e chamativa, será o batom. Se quero um ar saudável, de sun kissed, o blush é o rei. Odeio regras, por isso é que estou no ramo.

"Base e pó servem apenas para disfarçar imperfeições" vê-se logo que este disparate só pode ter saído da boca de um homem. Base disfarça, destaca, uniformiza, clareia, sombreia, define, bronzeia, evidencia, trata, corrige, hidrata, protege, ilumina, descongestiona, acalma, bom, estava aqui mais um par de horas mas tenho de ir para o pó que, por acaso, mas só mesmo por acaso não disfarça imperfeições: alonga, esconde, define, confere ar saudável, absorve oleosidade, fixa a base, fixa o batom, fixa a sombra, protege o contorno ocular da sujidade das sombras, ilumina, matifica, protege, e agora chega porque é a hora da máscara de pestanas -Rímel é marca- em excesso. A menos que se coloque 235 camadas, não existe nada dessa coisa, de excesso de máscara. Eu, que abuso dele mas assim à gulosa, nunca fiquei com nada acumulado no canto dos olhos. A menos que estejamos a falar de ramelas, mas para isso há água, as hastes flexíveis -Cotonete é marca- são para outra coisa. Se acontecer acumular máscara nas pestanas é porque o produto vai em excesso na escova ou então está a ficar seco.

E, por último que a prosa já vai longa, só dorme com maquilhagem quem não toma banhinho à noite. Há uns produtinhos bem bons à venda que colocados perto dos produtos de higiene, fazem maravilhas com a memória de quem tudo esquece. Não, toalhitas não são fixes, são uma valente merda e não limpam nada. Mais vale lavarem o rosto com água e sabão, sou pessoa para vos fazer um top dos essenciais, mas aviso-vos já que o gel de banho é o principal.

Canseira, pá, os homens só dão é trabalho, é o que é.

Pág. 1/10

Links

Para consulta em caso de necessidade

Cenas da Carla

Anita

No sapo também os há

Coisas do existencial

Dos blogues

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D