Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

29
Jan16

Filipa entrevista


Filipa

 

Lembram-se dA entrevista?

Um sucesso, só vos digo.

 

Chegam emails de todo os cantos do mundo, desde os mais escuros e feios até aos mais alvos e puros, com pedidos de entrevistas, alguns chegam inclusive a apelarem-me ao coração, coisa que infelizmente não tenho, para que Filipa entreviste, Filipa pergunte, Filipa incise a vossa essência, Filipa enflore a vossa existência, Filipa estenda o manto vermelho da vossa vontade, Filipa fartinha de ouvir as vossas merdas, anui e cá temos a primeira entrevista. Em grande, como a primeira blogger escolhida, a Picante, se é que me entendem.

Filipa, doravante Filipa, será a entrevistadora e Picante, doravante Picante, será a entrevistada.

 

Filipa, a entrevistadora, pessoa afável e de bons fígados, começa por ajeitar os caracóis e simpaticamente pergunta 

 

Picante, feminista assumida e militante, diz-me, se tivesses que mandar um/a bloger à merda, quem escolhias?

 

Caramba, Filipa, isso assim de rajada até se me dão os nervos, toda a gente sabe que eu sou pela paz e pelo amor, estou aqui nos blogs só pela diversão, não tenho quaisquer carências efectivas.

À merda? Céus!...

 

Picante, seu coraçãozinho satânico, fala-me dos teus amores da blogoesfera.

 

O Pipoco, claro. Gosto muito quando ele escreve aqueles posts para a classe C inferior, curam qualquer insónia.
Brincadeirinha que eu até voltei a gostar de o ler mas amar, assim de coração, é mesmo os blogs que me fazem rir, aqueles que me põem a abanar a cabeça (não tenho barba para cofiar e nem precisei de ir à Dora) e pensar "mas estas gajas existem mesmo ou têm um enorme sentido de humor? "... Chego sempre à conclusão que afinal existem e isso diverte-me.
Num patamar ligeiramente superior tenho uma relação monogâmica com as minhas blogo-BFF, com o Xilre e com o Outro Ente.
 
Sinto-te agastada. Deita-te aí no divã e diz-me, o que ainda te surpreende?
 
Oh! Tanta coisa... Por exemplo, surpreende-me que a Maçã ganhe dinheiro a vender aquelas botas inenarráveis.
Também me surpreende que aquele negócio dos barretes mitra da Ursa não tenha dado em nada, uns barretes tão bonitos...
E claro, continua a surpreender-me como os pais das baby bloggers não põem um basta naquilo, faz-me um bocado de confusão as mães porem as filhas numa montra, qual carne no talho, e os pais a aplaudir, mas as coisas são como são.
Outra coisa que me surpreende são adultos que levam os blogs tão a sério ao ponto de ficarem anos a fio a remoer as mesmas coisas. Parecem uns discos rachados e eu acho  sempre surpreendente como é que não se cansam deles próprios.
 
Diz-me, surpreendida Picante, o que tens a dizer acerca da vaga de bloggers chatas como a merda que agora pululam por aí feitas papoilas doidas?
 
Hum? Não sei do que falas mas olha, eu nunca achei grande graça a papagaios, aquilo tem piada uma ou duas vezes, a questão é que não se calam, uma pessoa a querer sossego e eles aos gritos, a cassete é sempre a mesma, uma canseira portanto.
 
Gulosa Picante, gostas de cereais? Diz-nos as tuas preferências.
 
Ahahahahah
Disseste cereais?
Ahahahahahah
Directamente do pacote?
Ahahahahahah
Olha, não gosto, acho sensaborões e nunca o produto corresponde à imagem exterior, além de que metade da embalagem é ar.
(Toda a gente sabe que os cereais de pequeno almoço estão cheios de açúcar, aquilo faz engordar rabos e ancas, não como essas porcarias, prefiro pão com marmelada caseira feita pela minha dona Maria)
 
Picante, uma palavra aos teus leitores?
 
A Pipas é uma orca gorda?...
Pronto... Pronto... Agora a sério, eu não tenho leitores, o meu blog está tremendamente moribundo, já lhe andam a anunciar a morte há que tempos, o tipo é que é teimoso e tem vontade própria, vai-se a ver e é do contra, tipo as feministas histéricas e ressabiadas (sempre quis usar "tipo" numa frase).
Pronto... Pronto... Agora mesmo a sério, meia dúzia de palavras aos meus leitores?... Isto são só blogs, é não levar a coisa demasiado a sério, nos blogs e na vida a coisa é mais fácil se for levada a rir.
Ah!..  Já me esquecia, não há necessidade de fazer ameaças derivado de não gostarem do que lêem, assim como assim não surtem qualquer efeito, é patético ver gente a gastar energias em vão, fico sempre um bocado confrangida, além de que, em o público sabendo dessas ameaças, a imagem de pessoa moralmente idónea vai com os porcos. É uma pena, aquilo deve ter dado um trabalhão a construir.
 
(Queria agradecer à Pipas estes 5 minutos de fama e assegurar às outras, que nunca me deram a honra de uma entrevista, que a Pipas sempre foi a minha preferida)
 
 
Filipa, que foi a Filipa entrevistadora nesta entrevista, agradece a colaboração de Picante no papel de Picante, a entrevistada.
 
 
27
Jan16

Bastaram-me dez minutos do primeiro episódio da nova temporada dos Ficheiros Secretos


Filipa

 

Para continuar sem perceber duas ou três coisas:

 

i) porque é que chamam actriz à Dana Scully?

ii) porque é que parte do sucesso da série se deve à mesma?

iii) aquela cara de nojo que ela apresenta sempre, quer esteja a olhar para o David, para uma flor, para um ET ou até mesmo para uma criança, faz parte do papel?

iv) desenvolveu competências nos entretantos? A gaja opera, a gaja é agente do FBI, a gaja faz autópsias, ainda a hei-de ver a corrigir erros de uma centralina, a arranjar uns estores caídos ou até mesmo a caiar a casa de campo.

v) por duas ou três vezes a vi salpicada de sangue na zona do pescoço. Calhando, deviam cagar nos ET´s e prestar mais atenção ao que a Drª anda a fazer quando agarra no bisturi. Tenho cá para mim que se aquela sala de operações falasse...

 

e a confirmar uma:

 

I) nunca gostei desta merda, não ia ser por causa deste alarido todo à volta do regresso da série que ia mudar de opinião.

 

 

26
Jan16

Candidato a "Comentário do mês" #2


Filipa

 

Este veio do PID, que infelizmente não tem blog. Ou felizmente que assim não tem que levar com gajas aos suspiros e outras merdas do género:

 

"Uma das maneiras de mudar costumes é através do humor. Coisas ridículas como xenofobia, misogenia, racismo, merecem ser ridicularizadas, através de ironia ou sarcasmo. As pessoas acabam por perceber o quão ridículas estão a ser, e acabam por mudar. 
Claro que existe gente demasiado burra ou tacanha para perceber o alcance uma boa piada, e esses sentir-se-ão atacados na sua sensibilidade, mas não ridicularizados. Esses são de ideias fixas, não vão mudar. 
Agora dirão que, por isso mesmo, o humor não é uma arma eficaz. Pois, mas para essas pessoas, a educação também não serve, pois os burros não conseguem aprender, e os tacanhos não querem aprender. Para esses casos, há que confiar em Darwin, e esperar que a selecção natural os extinga.
A doutrinação, baseada em longos artigos opinativos e estatísticas questionáveis, pode mudar umas quantas mentes, mas não cria pessoas mais inteligentes ou informadas. Apenas coloca alienados do nosso lado da barricada. Porque em alguns assuntos, é disso mesmo que se trata, arregimentar um exército de acéfalos para a nossa causa. Até porque é sabido que os soldados querem-se ignorantes, não vão eles perceber que estão prestes a morrer por uma causa que não é sua.
Qual era o assunto, mesmo?"

 

25
Jan16

Candidato a "Comentário do mês" #1


Filipa

 

Mais uma semana, mais uma rubrica, eu avisei que isto ia ser sempre a abrir.

A regra é simples: escolho uma série de comentários que ao longo do mês e por algum motivo me tenham enchido as medidas e no final elejo um. Como vêem, tudo muito imparcial, democrático e justo.

Vamos lá começar antes que se faça tarde.

 

Primeiro candidato a comentário do mês, vem da Isa:

 

"Tanto para dizer e tão pouca paciência para o fazer, mas vou tentar:
Primeiro, esse tipo de post-choradinho, em que ai, que me farto de apanhar tau-tau por expor as minhas ideias e defender os meus ideais, como é que faço então, se só sei fazer assim. Pá, faça como sabe fazer e deixe-se lá de vitimizações camufladas, formalizadas em posts supostamente moralistas sobre como então se discutir os tais assuntos que incomodam. Se incomodam, claro que a reacção expectável dos incomodados é continuarem a não querer tirar a cabeça do cu- onde a têm faz tempo justamente porque lhes é mais cómodo - e há que contar com isso. Óbvio que o blog é do queixoso/a, e lá lavrará o que quiser, mas é uma postura irritante. Penso sempre que quem passou, os que viveram e vivem situações que dão azo a causas dessas, não tiveram nem têm disponibilidade emocional pra esse tipo de "ai que dói".
Se é pra defender, então ponham-se às suas alturas.  

Depois, praquê justificações sobre o que a tal Filipa assume do que lê - e que está no seu direito e tal e etc - mas que não corresponde ao que escreves, e se isso pode qualquer um verificar, independentemente do que nutre pela tua pessoa? 
Ora, se a tal Filipa, porque carrega a bandeira do feminismo, e se, por sei lá que razão, resolve por-te ao peito o que os nazis punham aos judeus, pá, à merda com a Filipa. Falta de ética tem quem não sabe separar o joio do trigo, e nem é por ser burro, é mesmo por ser faccioso. 
Também não gosto de mulheres. Somo execráveis umas para as outras. No entanto, também fabricamos milagres todo o santo dia, para o Mundo. Confio em muito poucas - by the way, muchas gracias, Filipa - mas nem às mais putas de alma que conheço, deixo de lhes reconhecer os direitos que quero para mim, enquanto elemento feminino. Têm-no, temos, e com retroactivos. 
A comparação com o Pipoco, é só uma tentativa de destaque (conseguido), numa caixa de comentários, e o teu nome não foi referido, talvez por receio de retaliação.  
Sabemos perfeitamente ser o Pipoco nesse aspecto - e noutros - bem menos frontal, pessoalmente acho que as provocações do mané se perdem em pedantismo, mas é preciso ser-se absolutamente desprovido, quanto a mim, de um mínimo que seja de imparcialidade, para não se perceber isso mesmo. 

Ps: A piada do Gervais/Jenner, metida naquele contexto? Really??
E a Luna ainda não sabe o que pensar disso...?




Dasssssssssssse!"

 

Pág. 1/8

Links

Para consulta em caso de necessidade

Cenas da Carla

Anita

No sapo também os há

Coisas do existencial

Dos blogues

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D