Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A máscara e algo mais

por Filipa, em 07.09.16

Não, não recebi grandes elogios mas pronto, para vos mostrar que tenho mesmo bom feitio, não só vos vou mostrar a máscara de pestanas que me salvou numa destas noites em que, fora de casa, apenas tinha uma Well´s à mão e me vi perante um expositor de maquilhagem que mais parecia uma montra de coisas para crianças, como um bónus, em nome da blogoamizade que nos une.

Escolhi esta, um bocado ao calhas:

essence.jpg

 

(quero acreditar que foi sorte mas pelo sim, pelo não, vou comprar as outras a ver) 

 

e foi uma bela surpresa! Nem queria acreditar no volume, nas pestanas todas separadinhas, alinhadinhas, em filinha pirilau. E coloquei a segunda camada, a terceira e à quarta achei que já chegava de me mostrar tão cagona. Um excitex, usar esta menina. 

Mas.
Andava há uns tempos a testar um artigo que muitas alegrias que me tem dado. Quem me quer ver, é aos gritinhos e pulinhos de alegria, todos os dias pela fresquinha, à medida que vou vendo o efeito que o bichinho deixa nas minhas pestanas.

Sou pessoas para ter pestana comprida e farta, contudo rebelde. Lembro-me de ser miúda e farta de sentir as gajas roçarem nas lentes dos óculos, agarrava na tesoura e zuca!, cortava-lhes um bocado. Durante algum tempo cortei as pestanas, até que comecei a ganhar juízo nos cornos e a usar lentes de contacto e deixei-me disso. A rebeldia das tipas traduz-se numa falta de encaracolamento que me enervava o suficiente para andar sempre em busca dA máscara, mas não o suficiente para usar aquele aparelho de tortura medieval de seu nome revirador de pestanas.

Isto:

 

enrolador-pestanas.png

 

(arrepia imaginar isto perto dos olhos, não arrepia?) 

 

Ora, numa incursão à Sephora que nunca se esquece de me mandar mensagens quando mais preciso dela, olho para um cantinho e vejo um aparelho que me fez chamar a funcionária e bombardeá-la de perguntas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe