Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Best of 2015

por Filipa, em 15.12.15

 

ABRIL

 

Foi um mês paradinho, gosto de meses paradinhos, aproveito para exercitar a minha parvoíce, bem boa para me manter jovem.

 

Confessei que apesar de realizada profissionalmente, era muito mais feliz se estivesse em casa a cuidar dos meus. Tão mais. Não há realização profissional que pague a felicidade que é ver os filhos a crescer, a noite a cair em jantares ruidosos em família.

 

O mês do pontapé de saída para a participação dos tão falados desafios. Tirando as regras que nunca cumpro, confesso que até os acho divertidos, sobretudos porque os escrevo sem filtros, sem medos, tal e qual o que penso.

 

Foi também o mês em que o ser humano me mostrou que há sempre forma de se ser um pouco mais filha da puta do que o que já se é, ao ameaçar outros de divulgação de dados pessoais na internet.

O pior é que isto vem de quem tem os seus próprios dados à vista de todos, além de imprudente, soa-me a pouca inteligência.

Ameaçem lá divulgar algum dado meu e sobretudo dos meus filhos que faço questão em ter convosco uma conversa de pé de orelha.

O meu pé na vossa orelha.

 

 

Abril acabou por passar manso.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

cenas :


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Rolo Encravado a 15.12.2015 às 17:42

E eu faço anos em Abril, pá! Vá desta vez passa a não menção honrosa!
Imagem de perfil

De Filipa a 15.12.2015 às 18:14

Dissesses, olhágora! :DDDDD
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 16.12.2015 às 00:14

Eu acho que Abril foi o mês dos melões.

Comentar post






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe