Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

28
Dez15

Best of 2015

Filipa

 

OUTUBRO

 

Ai, Outubro, o que eu gosto de um bom Outubro, o meu mês, mês de balanço, mês em que o meu ano termina, em que um novo começa, eu que começo dietas, ginásios, prometo não dizer mais disparates, controlar o que eu digo, não dizer tanto palavrão, mas nunca, nunca, nunca cumpro nenhuma resolução.

É foda.

 

Neste Outubro, a palavra da moda foi "cordial". Ser cordial no seu blog e com quem o visita/comenta era a quinta essência de berço e de classe. Desculpem lá se vos ofendo, mas estou-me cagando para a cordialidade. Os meus valores obrigam-me a ser cordial com quem gosto. Apenas e só. 

 

Cumpri o meu dever cívico e pelo qual tanta mulher lutou e tanto soutien foi queimado e fui votar. Devo dar a mão à palmatória e reconhecer que apenas o fiz porque um em cada trinta e três bloggers o aconselhava a fazer.

 

Infelizmente não foi muito blogger da minha parte não publicar nenhuma foto a comprová-lo, mas os meus motivos eram fortes, muito fortes.

 

Em Outubro e em jeito de comemoração, decido convidar-me para uma entrevista, uma coisa intimista, muito ao jeito do "o que dizem os teus olhos?". Surpreendentemente e contra todas as expectativas decido aceitar e em boa hora o fiz. Inovadora, não paro mesmo de surpreender.

 

Dedico ainda um tempinho às minhas leitoras não assíduas que acham que isto é tudo delas. Não é e enerva-me um bocado pensarem que pode ser.

 

Mais um desafio -agora que penso nisso, há que tempos que ninguém me desafia, mas afinal o que é que vem a ser isto??- o que eu passei a divertir-me com isto.

 

Pela primeira vez falo muito a sério sobre uma dúvida sobre cremes, de uma leitora que me mandou um email, coisa que nunca faço uma vez que respondo sempre pela mesma via. Fi-lo porque receava estar a induzir outras leitoras no mesmo erro e decidi esclarecê-lo. Doeu-me muito. Espero que tenha valido a pena.

 

Aprendi a razão de ser dos patamares vegetarianos: pode-se comer plantas à vontade porque, ao contrário dos animais, estas não têm olhinhos nem filhos. Apesar de lindas, claro.

 

Duas séries supimpas que esta aqui que vos escreve estas lhana linhas (que não entende como é que existe quem jure que este mês é dos mais quentes dos últimos anos mas que compreende que por vezes só com drogas duras é que a vida lá vai) vos recomendou e ainda hoje chora lágrimas de sangue e sente pontadas nas costas por desde então nunca mais ter encontrado nada que lhes chegue aos artelhos.
Snif. Chego a sentir saudades do Norman a arrancar as tripas aos bichos. 

 

E de Ermesinde, a gaja boa de Outubro:

 

calendario_casa_povo_ermesinde_2016_05.jpg

 

 

 

Outubro é um mês muito virado para a introspecção e ai de quem disser o contrário.

 

 

2 comentários

Comentar post

Cenas cá da malta

Para consulta em caso de necessidade

Cenas da Carla

Anita

No sapo também os há

Coisas do existencial

Dos blogues

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D