Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




na entrega de uns sacos de bens essenciais a pessoas carenciadas, oiço perguntar a uma senhora se queria ajuda para levar o saco, uma vez que era pesado. Não é preciso, eu apanho um táxi, respondeu.

...

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.12.2014 às 16:29

Prioridades...
Sem imagem de perfil

De pipinhaeheh a 19.12.2014 às 16:46

fónix, para não dizer outra coisa...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.12.2014 às 17:13

Coincidências de uma pilinha para não ser agressiva
Não é que sofra com isso um grande incomodo mas este ano não contribui para nenhuma causa que por aí lançam com nome solidariedade que no meu tempo tinha outro significado

Esse texto deve ser, provavelmente a continuação deste http://aminhavidadavaqualquercoisa.blogspot.pt/2013/11/assim-se-vai-perdendo-fe-nos-homens.html que encontrei ontem e vem reforçar isso da solidariedade.

Prioridades! Pois

MarianaL.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.12.2014 às 17:28

Uma vez li isto, a minha perspectiva sobre solidariedade mudou um pouco....
http://www.publico.pt/sociedade/noticia/contra-os-pobres-1667586
Sem imagem de perfil

De Ana a 19.12.2014 às 17:35

Exactamente o que me aconteceu... Aliás chegavam de táxi, levavam os cabezes de Natal e regressavam de táxi.
Abre olhos....
Sem imagem de perfil

De Uva Passa a 19.12.2014 às 21:41

Profissionais da pobreza...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.12.2014 às 22:27

O dinheiro não é elástico, não dá para tudo. Ou se come ou se anda se táxi. Não percebes nada disto, pá! :D
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.12.2014 às 23:28

Como é pobre já é criminosa se apanhar um táxi numa necessidade.
Mas que mau feitio, fosga-se. Não mudes não que não é preciso.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.12.2014 às 22:17

Andar de taxi é uma prioridade onde? Não há transportes publicos? Que pegasse no dinheiro que vai gastar no taxi e fosse comprar comida ao hiper/super ou mercadito de rua que existe em Portugal a cada 200metros (mais coisa menos coisa)

Arre! É por estas e por outras que não dou nada a ninguém a menos que tenha a certeza que precisam! E já vi muitas pessoas que não precisam a beneficiar disso e de muito mais...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.12.2014 às 22:21

Para além que preferiu apanhar taxi (gastar dinheiro que supostamente não tem) a aceitar a ajuda de alguém... que afinal até a iam ajudar a poupar o dinheiro... mas não! Então.. é uma "necessidade". Tal qual a necessidade de se ir tomar o pequeno-almoço todos os dias à padaria ou comer bolos todos os dias à tarde... são coisas essenciais na vida. Pelo amor de deus! Não vamos nós cá julgar por as pessoas se aproveitarem do dinheiro alheio/ajudas alheias para viver vidinhas de aparências (ou pior, quando têm mesmo muito dinheiro em casa....). Não. Isso é mau feitio.

Caro anónimo das 23.28h suponho que seja desses que tem tudo ou dos uqe não lhe apetece trabalhar para comer, certo? Só alguém que não trabalhe ou que nunca tenho passado por qualquer privação acha que esta situação é normal. Ou é mimada(o) e toda a vida o foi ou é malandro(a) e quer ser mantida. Só que eu cá não sirvo para manter burros a pão de ló.

Comentar post


Pág. 1/2






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe