Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Das cenas do Facebook

Março 25, 2014

Filipa

A gravidez não me deu só um filho lindo que nem eu, muito menos o pai, sei como foi que fiz (até para vos explicar, que há para aí com cada puto com cara de talocha que deus ma livre) para ele sair assim: perfeito.
Também me trouxe uma incapacidade de aguentar as lentes de contacto que uso desde mil novecentos e coiso, que ainda hoje não estou totalmente recuperada.
Trouxe-me uma dor ciática que não quer ir embora. Estou pior que os velhos quando me quero mexer. Deixei de o conseguir fazer de forma ágil e rápida.+
Trouxe-me um pneuzinho em redor da minha outrora linda cintura e que me vejo fodida para esconder. No final dos dias há quem diga que estou com uma cor estranha, pudera. Andem lá de barriga encolhida durante um par de horas e depois a gente falamos (esta foi com alto patrocínio da Sra Directora de conteúdos da TVI, sôdona Cristina Ferreira).
Trouxe-me soutiens um número abaixo. Não sei para onde foi o que falta da minha ex mamoca boa mas desconfio que foi para a cintura.
Trouxe-me mais directas do que alguma vez fiz. Não porque me dê más noites, que não dá. Eu é que acho que de repente pode deixar de respirar, ou acho que a cama dele é enooooorme e ainda perco o puto lá dentro e nunca mais dou com ele, ou porque pode ter frio, ou porque pode ter calor, ou pode ter saudades minhas. As noites são passadas no percurso quarto do João-quarto de Filipa-quarto do João.
Trouxe-me a vontade de ser, pelo menos mais uma vez, mais uma vez mãe.
Trouxe-me a capacidade de chorar a ver a novela da TVI. 
Trouxe-me a alegria de ficar em casa a curtir a família que tanto tempo demorei a construir.
Trouxe-me um rabo tamanho familiar, um guarda-roupa novo e até sapatos novos que se não sabem, ficam a saber, a gravidez faz-nos crescer os pés, gaja sofre com tudo a crescer.
Trouxe-me de volta a minha já fraca memória e o meu estado bélico natural.
E trouxe-me duas coisas maravilhosas:
Uma pele linda e cabelo encaracolado.
Não estou na treta, estou com um cabelo até meio das costas completamente encaracolado, lindo de morrer e o melhor de tudo é que não me dá o mínimo de trabalho, só um truquezito ou outro, no big deal. O que antes era meio esfregão bravo, meia esfregona lambida, está numa autêntica juba lustrosa e domada.

Uma gaja tenta ter um blog trendy, fazer dele autêntico serviço público e dizer-vos o que fazer às putas das sementes que as gajas moem e as juntam em autênticos cocktails de musgos bebíveis, mas devido à fraca adesão no meu facebook, vou deixar o segredo dos meus caracóis para uma próxima oportunidade.

Prossigamos então com a parvoíce do costume.


7 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D