Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

23
Dez15

Diz que em dez minutos se venderam cinco mil bilhetes

Filipa

 

para o concerto dos ac/dc.

Ora, eu que sou uma pessoa cujas prioridades estão bem definidas e que, por conseguinte, ainda não pus o rabo fora do escritório para me atirar às compras de Natal, porém já cá cantam os tickets, ainda não eram oito da manhã e já estava eu à porta do shopping que sabia abrir às oito e trinta, prontinha para me ir enfileirar à porta da Fnac, que eu sei muito bem fazer contas: se em dez minutos se foram cinco mil, lá para o meio-dia já eram. Maneiras que arranquei o homem da cama, putos na avó e ala que se faz tarde. 

Quando lá cheguei já havia marados à espera, esta gente do rock é muito estranha, mas infelizmente não pude esperar dentro do recinto i.e, CascaiShopping, uma vez que fomos encaminhados carinhosamente para a parte exterior do mesmo. Ali na rua, no fresquinho, que está provado que o frio enrijece as peles, e segundo o mundo -deixem-me excluir desta maioria frita dos miolos, está frio, pá, um frio do cacete, não percebo que puta de moda é esta que toda a gente acha que está montes de calor e que qualquer camisa ou top resolve o assunto- o tempo até tem estado quentinho e tudo, e ali ficámos a rir muito, ai que divertido que foi, ainda hoje a minha tosse me lembra da ocorrência, ao frio, na corrente de ar, não fossemos nós, cotas do rock com tatuagens ultrapassadas, alguns com brincos e barbas estranhas, assustar ou assim as tias, os tios ou o caralho, vai daí que ficámos como fica a minha Chanel quando calha a levá-la ao pão: fica na rua, com o rabo alapado num chão imundo, à minha espera, porque os senhores do café acham que cães num café é assim uma coisa super nojenta capaz de tirar o apetite a qualquer um. Também pode esperar encostada ao muro, em pé. Mas com a minha idade já custa, mesmo que o meu gajo tenha ficado atrás de mim, naquela de cortar o vento e digo-vos já que o tipo tem costas para isso. O facto de eu ser magrinha e tal, também ajuda. Como estava a dizer, ali ficámos a confraternizar, é tempo para isso, e as massas, quando têm algo em comum tendem a unir-se, durante duas horas inteiras, nem quando estava a dar à luz (é Natal, deixem-me embelezar o post à vontade) o tempo passou tãããããããão devagar, se alguém se tivesse lembrado de me cortar as mãos eu não tinha sentido. Ou os dois pés. Ou até mesmo um rim.

Quando me chamaram -sim, foram-nos buscar em filinha pirilau, afinal toda a gente sabe como esta gente do rock não passam de uns selvagens capazes de partir tudo ao pontapé à mínima contrariedade- não era capaz sequer de falar, só batia o dente, tive de gesticular e quase que fazia um pirete ao segurança. Felizmente que o meu gajo se meteu à minha frente e tapou-me o campo de visão. O meu e o do segurança, quebrando assim um momento que se adivinhava de uma beleza enternecedora e natalícia.

Para não esperar mais, apesar de no interior do shopping, o espaço reservado às pessoas civilizadas, estar quentinho, não fui à Fnac, fui comprar os bilhetes à Worten, uma vez que nesta não havia ninguém, não percebi bem porquê, mas pronto, lá fui eu, com a ajuda do homem, que me ia dizendo, "pé esquerdo", "pé direito", "pé esquerdo", "pé direito", "pé direito", "ahahahahaha estava a brincar" e pumba, tive de lhe dar uma trolitada no focinho com o bloco de gelo direito e quando lá chegámos fomos, yey!!! os segundos, que orgulho, missão cumprida. Depois passámos o dia a gozar com o pessoal amigo que não foi para a fila dos bilhetes.

 

Hoje dou uma vista de olhos nas notícias e reparo que se venderam apenas 29 mil bilhetes. Ou seja, foi o que se vendeu em apenas uma hora e ainda há bilhetes para dar e vender.

Entendem agora porque é que ainda não comprei presente nenhum?

Recuso-me a fazer mais figuras de ursa.

 

 

 

 

15 comentários

Comentar post

Cenas cá da malta

Para consulta em caso de necessidade

Cenas da Carla

Anita

No sapo também os há

Coisas do existencial

Dos blogues

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D