Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

 e logo desde pequeninos, que há gajas que merecem levar no focinho até perderem os sentidos.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Sem imagem de perfil

De Mirone a 13.05.2015 às 13:47

Sabes mais que isto, Fi.
Sem imagem de perfil

De Filipa a 13.05.2015 às 13:52

É. Eu sei muita coisa, mas também sei assim. É uma questão de óptica e preferência.
Sem imagem de perfil

De Silent Man a 13.05.2015 às 16:33

Já te queimaram o vídeo...
Sem imagem de perfil

De Silent Man a 13.05.2015 às 16:40

Entretanto passei no meu FB e claro, tinha isso na front page. Vi um minuto...

É a tal coisa. Tanta coisa sobre a violência doméstica na TV e o cacete... E os putos a fazerem disto! Não vou dizer coitadinho do puto que tá a levar porque não sei o contexto, mas seja do que for, de certeza que não merece aquilo.

Eu não passei por algo muito diferente nos meus tempos da escola...
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 13.05.2015 às 17:20

Também apanhei na escola (não de meninas, a bem dizer), mas na altura o termo tecnico não era "buling", mas sim "levar nos cornos"
Imagem de perfil

De Filipa a 14.05.2015 às 00:46

ahahahahahahahahahahahaha

nem mais.
Sem imagem de perfil

De quiescente a 14.05.2015 às 00:12

Perversão. Das duas ou três vezes que troquei socos com outras crianças foi apenas um para um com os restantes a tentar separar e passado uns dias já éramos amigos de abraço. Quem (não) anda a dar educação a estes energumenos? Os "donos" não são responsabilizados?

{comentário às cegas, nem consigo ver este vid nesta tab nem vi o original daquilo que suponho que estamos a falar, por ser insuportável}

{ononimo, como diria o sr presidente na 3a pessoa, volta a apontá-la para o céu - alguma vez há de acertar - cá está o AO em acção}
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 14.05.2015 às 10:36

Não é assim Filipa. Partir aquelas idiotas à pancada não resolve nada. Violência gera violência e este tipo de coisas resolve-se em tribunal. Não podemos desatar a fazer justiça pelas próprias mãos, por muito que apeteça.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.05.2015 às 10:39

É uma hipótese, sim. Felizmente que nos nossos tribunais, a justiça é exemplar.

Poupa-me, Picante. O que é viável para ti não será, com toda a certeza, lei para os outros.
Para mim era, aliás, é assim.
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 14.05.2015 às 10:51

Olha, Pipinha, eu cá acho que um crime é um crime. E bater em alguém é um crime. O facto de esse alguém ter batido noutro alguém não justifica um novo crime. Nada justifica um crime.
Não sei o que faria, caso isto acontecesse a um filho meu. A vontade de bater seria muita, afianço-te. Espero que tivesse o discernimento para fazer o certo e não o errado, que a emoção não se sobrepusesse à razão e ao correcto.
Eu ensino os meus a defenderem-se. Nunca os ensinarei a vingarem-se.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.05.2015 às 10:59

O que está em causa não é o que farias ou o que eu faria.
O que está em causa é dizeres que não é assim. Pá, para mim é assim. Ponto. No meu ponto de vista, resolvia e de que maneira. E quando acabasse ainda ia falar com os "pais" daquilo. Ó se ia.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.05.2015 às 11:24

Nem de propósito: acabei de ver, a propósito deste caso, uma situação de 2011 que ocorreu nos mesmos moldes: pitas estúpidas com a mania que vale tudo pela afirmação e popularidade. Pontapearam uma miúda de 13 anos na cabeça, peito e costas, até a exaustão. A pena para as agressoras e os que filamram? Trabalho comunitário.
A justiça foi feita.
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 14.05.2015 às 12:14

Estás enganada, Pipinha. Foram condenadas e ficaram com cadastro. Tiveram foi pena suspensa, olha:
http://observador.pt/2015/05/13/ha-quatro-anos-um-video-chocou-internet/

Bolas, eu não sei o que se faz a umas miúdas assim. Mas suponho que metê-las na cadeia e deitar a chave fora também não seja a solução adequada. A ideia é tentar recuperá-las e transformá-las em seres humanos decentes, não é? E, ao mesmo tempo, fazer com que paguem pelos seus actos... Não é por levarem uma sova de cinto que o miúdo não se irá lembrar do sucedido até ao final na vida dele. Nada apagará aquilo.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.05.2015 às 12:18

E tua achas que adolescentes percebem a gravidade de se ficar com cadastro?? Achas que perdem um minuto que seja a pensar que tal coisa as podem prejudicar? (hoje em dia, um cadastro sujo é cagativo. Conheço seguranças que o têm).
E sim, uma sova de cinto faz muito mais pela educação de uma besta do que trabalho comunitário. Aposto que também achas que enquanto o estiveram a fazer, debruçaram-se sobre o assunto, prometeram para elas proprias nunca mais fazê-lo e tornarem-se pessoas melhores?
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 14.05.2015 às 12:39

Acho que sim. As miúdas já foram identificadas pela PJ. Pelo menos uma delas já foi à polícia com os pais. Acho que devem estar aterrorizadas. E claro que aos dezasseis anos se sabe o que é um cadastro e as suas consequências. Têm dezasseis anos, não têm seis!
Se tiverem dois dedos de testa, todo o processo vai ser correctivo suficiente, Pipinha, não precisam de uma sova de cinto para lhes mostrar que o que fizeram é profundamente errado e abjecto.
Mas nunca concordaremos nisto, eu sou contra a pena de morte, por exemplo, não acredito no olho por olho e sim no sistema legal.
Imagem de perfil

De Filipa a 14.05.2015 às 12:41

Eu não disse que não sabiam o que é um cadastro ou as suas consequências. Disse que não perdem tempo a pensar nisso. E se não sabem que o que fizeram está errado, é normal que não percebam as suas consequências.
Eu sou a favor. Como não há, justiça pelas próprias mãos é o que nos, me, resta.
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 14.05.2015 às 23:32

Pois. Olha gosto muito de ti mas DEScordo.
Sem imagem de perfil

De quiescente a 14.05.2015 às 13:16

posso garantir que, tivesse sido um filho meu, aquelas senhoras não chegariam ao fim do mês sem o nariz partido. infelizmente sou um sujeito violento. infelizmente também há uma certa utilidade em mandar a moralidade às urtigas quando mais ninguém toma medidas.
Sem imagem de perfil

De A Mais Picante a 14.05.2015 às 15:01

A polícia está a tomar medidas.
Se fosse um filho meu eu não poderia garantir nada. Limito-me a esperar que nunca aconteça uma coisa destas, a educar o melhor que posso e sei e a pedir a Deus que, se a altura tiver de chegar, me dê discernimento.

Comentar post






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe