Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

21
Set13

O João está bem, obrigada

Filipa



Passados praticamente um mês e meio após o nascimento de pequeno Jonhy, eis o ponto de situação pelo qual estáveis dispostos a dar o vosso próprio dedo mindinho. 

Perdi 400gr desde que saí da maternidade. E isto revolta-me muito porque me sinto enganada. Deviam deixar de mentir às pessoas, porque quando dizem que amamentar queima imeeeeeeensas calorias, que ajuda o útero a ir ao lugar e com isso lá se vai a barriga, e que ajuda imeeeeeenso um gajo a voltar à antiga forma, estão a mentir. É mentira, maluquinhas da amamentação, ouviram? Nunca mais me enganam, estou a avisar. Amamentar dá fome. Muita fome. Taaaaaaaaanta fome que nem que me alimentasse de molhos de bróculos perdia peso.
Nasci mesmo para isto de ser mãe. Parece que toda a minha vida troquei fraldas e dei banhos e a única sequela que o puto tem, é uma tesourada no dedo mindinho-se é que podemos chamar dedo àquele pedacinho de fofura-resultado do meu extremo jeito para cortar unhas a pessoas de 55cm. Enfim, ninguém é perfeito e eu sou só humana. 
Depois temos estas bochechas e estes lábios. Com o que é que uma pessoa se há-de ocupar quando não tem mais nada que fazer? A morder e a dar beijufas e a falar bebexês e a enchê-lo de cuspo e ele fecha os olhinhos e fica muito sossegadinho, naquela, e o pai a achar isto tudo muito estranho mas continua muito caladinho que as hormonas ainda cá cantam.
Já consigo usar a lente de contacto do olho esquerdo, vamos todos levantar-nos e bater palmas. A lente do lado direito não aceita o olho, maneiras que vejo em mono. Quando preciso ver mais ao longe, afino o zoom fechando o olho direito e pronto que isto de ser muito prática dá muito jeito.
Não quero nem ouvir falar em vida sexual. Poupem-me aos bitaites. A menos que tenhais levado 13 pontos num rasgo que alcançou a perna, não estais em posição de articular um foda-se que seja. Ainda está tudo tão fresco e frágil que tenho a certeza que alguma coisa se vai rasgar à mínima tentativa. Chamem-me o que quiserem mas ide lá ver se nos blogues em que as autoras foram mãe há pouco, se fala no assunto. Pois é.
No outro dia deixei-o com o pai porque tinha umas coisas para fazer e não correu mal de todo. O caminho de ida e volta foi feito com o telemóvel em alta voz a dar indicações e a tentar perceber, pelos barulhentos que faz, se o pai estava a fazer tudo certinho.
Só tenho de praticar mais um pouco a cena de o deixar no colo dos outros. Só um pouco mais, quase nada. Tipo ir ao Porto e vir. 
De resto, o costume: pequeno João parece uma pequena debulhadora, em dez minutos despacha as duas mamocas e dorme grande parte da noite. Não dorme a outra parte porque tenho de o acordar para comer e com tudo isto já me desabituei de dormir. Agora que já posso fazê-lo de barriga para baixo, não consigo e todas as outras posições me parecem desconfortáveis. Estou, portanto, pronta para quando o João deixar de ser um puto mesmo fixe e me começar a dar noites de merda. Até agora tem sido mesmo o mais fixe de todos e eu uma sortuda e estou cá desconfiada que ele chegou mais cedo só para me fazer feliz por mais tempo.



6 comentários

Comentar post

Links

Para consulta em caso de necessidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Mas não censuras? Aliás a mãe e o pai.E n me refir...

  • Filipa

    Ando numa de zen e de não me enervar e de mantras ...

  • Quarentona

    Ó pá, não te acanhes!

  • Filipa

    Acho que baralhei tudo.Na primeira foto foi em Ber...

  • Filipa

    Sempre atenta e sempre engraçadinha.