Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Se disser que achei uma palhaçada desnecessária -como aliás a própria parada-, que um polícia em serviço não pode, nem deve, ter aquele tipo de comportamento, estou a ser preconceituosa?

Logo vi que sim.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


51 comentários

Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 14:05

Se te disser que concordo com a palhaçaria da questão, mais as das paradas estridentes  de forma a que o mundo trate todos por igual, apesar de fazerem alarido da putativa diferença também sou integrada na lista dos ausentes de amor pelo próximo?
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:36

Isso é uma questão que tens de fazer ao teu eu.
A mihha questão era pura retórica e cujos fins eram meramente estatísticos. 
Não é preciso grande alarido para se ser aceite nem se mostrar igual uma vez que já se está a mostrar ser diferente.
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 15:41

Perguntei ao meu eu, ficou de me enviar um estudo científico traduzido em gráficos e relatórios.
No resto concordamos. 
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:45

O teu eu costuma ser rápido? 
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 15:49

O meu eu tem dias. Há dias em que esbarra o meu eu no meu tu e andar com sapatos alheios pode causar micoses e outras comichões. Se andar sempre a coçar o pézito, o meu eu demora algumas horas. Muita da porcaria que fiz na vida foi derivado dessa questão do meu eu andar calçado com sapatos dos tus da minha vida e ter apanhado comicoses. 
Sem imagem de perfil

De Troll a 28.06.2016 às 15:40


O mundo nunca tratou todos por igual nem nunca vai tratar qualquer que seja o motivo simplesmente porque as pessoas pensam de manairas diferentes em relação a vários assuntos,mas,  simplesmente o mundo tem só que respeitar e não maltratar quem pensa diferente, seja quem é homossexual ou seja quem acha que é "anti-natura" a homossexualidade. Simplesmente respeito para todos...
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 15:43

Espremido entendi pouco. Mas pronto, respeito por todos e a todos.
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:47

Não sei se percebi muito bem o seu comentário mas espero qie tenha entendido o meu post.
Não tenho nada contra as opções sexuais dos outros.
Não achei profissional o polícia ter aquelas atitudes enquanto tinha a farda vestida. 
Apenas e só. 
Para além disso, acho a parada uma palhaçada justamente porque quem é gay devia encará-lo com a naturalidade que gostava que os outros a encarassem.
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 15:51

Eu não consigo explicar isto com outras palavras. Posso fazer copy+paste? 
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:56

O meu comentário não era para si, sarabudja, era para o trol.


Quando tiver os gráficos volte cá com os resultados que agora fiquei curiosa, pode ser?
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 16:02

Eu sei que não era para mim. sarabudja lê para além das entrelinhas e sabe interpretar. Muitos anos de academia de música. Às tantas andei com a Karla a estudar muito. 
Sobre os resultados com gráficos e coisas assim, vais ter de aguardar porque o meu eu hoje está dedicado às manualidades com plasticina e colagens com massinhas. Pintar as massas e colar demora o seu tempo. Somar a isto ainda a elaboração do esquema de montagem mais os cálculos. Isto é coisa para me dar equivalência a uma coisa qualquer esponjosa. O meu mor, diz que é "pomposa", mas eu acho que ele não leu os dicionários como devia, porque isto dos estudos é para espremer bem. 
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 16:05

Então se sabia, que era aquilo do copy paste?
Vocês querem enervar-me ou são só coisas da minha cabeça? 
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 28.06.2016 às 16:59

São coisas dessa sua cabeça.
A coisa do copy paste era para dizer que estou solidária com o que escreveu em resposta a outro ser. Percebeu? Arre.
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 20:02

"Arre".


Isto não vai acabar bem.
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 29.06.2016 às 09:37

Tem tudo para jamais acabar. (ouves os sininhos e coisas que tal?)
Imagem de perfil

De Filipa a 29.06.2016 às 10:01

Sim. E vejo anjinhos e tudo.
Será amor? 
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 29.06.2016 às 10:40

Amor não será certamente, mas o asco também não bate assim. 
Fui ver, era só vontade galhofeira e entendimento que se cruza por vezes, sem chocar, que andamos sempre na faixa que nos é destinada. 
Imagem de perfil

De Filipa a 29.06.2016 às 10:47

Asco?
Credo.
Não brinco mais, pronto.
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 29.06.2016 às 11:10

Oh Xô Dona Filipa, está na hora de se inscrever num curso de interpretação, 
Ó leia lá com a atenção devida e perceberá que se "o asco não bate assim", é sinal de que não há asco. Mas a senhora bem podia ler os caderninhos da karla e tentar perceber o meu eu, o eu dos outros, os tus da vida. Não há cá tempinho para vir aqui, às empresas alheias, falar mal do produto ou do produtor. Se gosto, sento-me e passo baton, se não gosto, ala que se faz tempo de pregar em freguesias vizinhas. Ora tinha eu feitio para asquerizar em casa alheia...
Vá, três respirações de cãozinho, que lhe darão pontos no mundo animal, releitura atenta e limpa de preconceitos e perceberá que cá está não uma pessoa escova, mas uma pessoa humana normal e sem motivações bélicas. 
Imagem de perfil

De Filipa a 29.06.2016 às 11:19

Vocelência é que ainda não percebeu que eu aprecio declarações claras e inequívocas. 
Apenas e só. 
E também gosto de fazer charminho, claro.
Sem imagem de perfil

De sarabudja a 29.06.2016 às 11:27

Pois que nesta porta, quando aberta, vislumbra-se mais um lusco fusco que exige leitura das entrelinhas e estrelinhas. O óbvio não se me tintila, não me provoca a pilo erecção (muita hora de anatomia estudada). Assumo-o quando me percebo desentendida pelo receptor, mas desgasta-me o entusiasmo. São vidas!
Imagem de perfil

De Filipa a 29.06.2016 às 11:42

Estou aqui com muito em mão para me debruçar -e decote pronunciado- sobre comentários demasiado elaborados para o meu pobre entendimento cansado pela estiva e escravidão. 
Depois volto, não vá para longe.
Sem imagem de perfil

De Troll a 28.06.2016 às 16:50


Entendi Filipa e concordo completamente com o que escreveu
Sem imagem de perfil

De R. a 28.06.2016 às 14:18

Não vou comentar o facto dele estar a trabalhar, nem o facto de ser gay, será demais dizer que para mim TODOS os pedidos de casamento públicos são uma palhaçada, e que se o meu marido me tivesse feito uma dessas, mesmo apaixonada como estava, o deixava a falar sozinho...
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:23

Pareces a da faltinha de respeito.
Malas à porta e andor!
Sem imagem de perfil

De R. a 28.06.2016 às 15:41

Alto lá, primeiro não disse que o punha a andar, simplesmente que o deixava a falar sozinho e vinha embora, ele que viesse falar comigo em privado e eu lhe daria a resposta em privado  
Segundo, se um homem quisesse casar comigo e ainda não soubesse que eu ODEIO DETESTO TENHO ASCO a surpresas  (mesmo surpresas boas R? Se eu odeio surpresas, nenhuma é boa), se calhar ainda não nos conhecíamos o suficiente para casar.
E sim, o meu marido, em público botou o joelho ao chão e pediu me em casamento com direito a anel*... A minha resposta: Se não tivéssemos casamento marcado para daqui a 4 dias mandava te à merda.


*fez de propósito, só para me ouvir ralhar, muito gosta aquele homem de me ouvir ralhar
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:43

Ah, bom.
Percebi mal, lamento.
Não posso ser perfeita 24h por dia, né? 
Sem imagem de perfil

De Isa a 28.06.2016 às 15:06




Eu achei delicioso. A-do-ra-va ter um polícia daqueles a fazer-me uma declaração daquelas, e quero lá saber se estava em serviço ou não. Já os vi (todo o mundo Já os viu), a, em serviço, fazerem coisas verdadeiramente estúpidas. Esta acho fofinha. Adorei. 
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:22

Deixas de ser estúpida? 
A farda é para respeitar. Lembro-me daquele pobre GNR a fazer pela vida, que é como quem diz, a fazer strip e foi castigado e este anda para ali a lambiçucar beiça alheia e já está tudo bem porque é gay?!
Pá, não. 
Sem imagem de perfil

De Isa a 28.06.2016 às 15:34

EU GOSTO DE FOLCLORE!


(E não estás a comparar os nossos GNR e as liberdades que lhes são permitidas, às dos  senhores agentes da autoridade dos states, né? ) 


E não é porque é gay. Se fosse a uma gaja eu ficava igualmente deslumbrada. 
Sem imagem de perfil

De Troll a 28.06.2016 às 15:08

Pois...
Eu detesto este tipo de folclore, independentemente de ser com gays ou heteros...
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:23

Somos dois.
Sem imagem de perfil

De Troll a 28.06.2016 às 15:36


Não é preconceito é estupidez de quem acha que deve ser respeitado e não se dá ao respeito
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 15:52

O caro trol está a falar exactamente de quem e para quem?
É que neste blog somos muito claros, apontamos o dedo e cá vai alho.
Vá lá, tente outra vez.
Sem imagem de perfil

De Troll a 28.06.2016 às 16:56


Eu disse por outras palavras isto..."que a Filipa não estava a ser preconceituosa e que as pessoas/homo ou hetero para serem respeitadas, neste caso policia de farda a trabalhar deve-se dar ao respeito/respeitar a farda que tem vestida
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 20:03

Agora entendi, desculpe a burrice mas às vezes o meu pensamento tropeça. 
É que é mesmo isso. 
Sem imagem de perfil

De D. Auzenda a 28.06.2016 às 16:30

Filipinha que ultraje, então uma coisa tão linda de se ver. Estava a ver aquilo e sempre à espera que o moço sacasse das calças (daquelas dos velcros de lado) e fizesse ali uma sessão de strip como deve de ser.
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 20:03

Pixem por mim, puxem, e depois queixem-se.
Sem imagem de perfil

De Be a 29.06.2016 às 09:33

Esse pixem foi propositado, não foi??
Imagem de perfil

De Filipa a 29.06.2016 às 10:02

Ahahahahahhahhaahhaa
Óbvio. 
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 28.06.2016 às 18:26

Não é com paradas que se abrem as mentes.
Aliás, gostaria de saber o porquê de ser obrigatório eu gostar dos gays. Se eu não gosto de ninguém, iria abrir uma excepção a estes?
Respeitar as suas opções, sim. Dar-lhes os mesmos direitos cívicos, sim. Gostar? Nop*.


*se eu disse que não gostaria que o meu filho fosse gay, isso faz de mim um homofóbico?
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 19:59

Não sei, pá. Fazes com cada pergunta.
Eu também não sei se gostava que os meus fossem, mas em sendo que o fossem em bom, com respeito sobretudo por eles próprios e o mais felizes possível. 
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 28.06.2016 às 22:01

/*dissesse*/


Eu só faço perguntas pertinentes.
Ainda me lembro quando este blog era um local intelectualmente elevado em que se discutiam assuntos filosóficos do mais alto calibre. Ou estarei a confundir com o Encoberto?...
Imagem de perfil

De Filipa a 29.06.2016 às 00:07

Não, não estás a confundir.
Eate blog sempre foi um local de culto onde se debateu temas de elevado teor cultural. 
Depois caguei na cena e pronto.
Sem imagem de perfil

De nina a 28.06.2016 às 20:59

Não estás a ser preconceitosa, trabalho é trabalho, para que foi aquilo? pra dar nas vistas só pode. 
Imagem de perfil

De HD a 28.06.2016 às 21:32

A polícia portuguesa supera largamente a inglesa!
http://heterodomestico.pt/policiamento-de-proximidade-3335
Imagem de perfil

De Filipa a 28.06.2016 às 21:34

Palavras para quê?...
Sem imagem de perfil

De Tita a 28.06.2016 às 21:46

Infelizmente estive por lá nessa altura. Não consigo perceber em quê que basicamente um carnaval com espírito de queima das fitas de bichas/travestis vai fazer pela igualdade de direitos. Se fosse por uma comemoração/festa qualquer, ok, tudo bem, até fazia sentido. Agora aquilo como forma de luta??!

Comentar post


Pág. 1/2






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe