Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

O primeiro dia de JI do João

Setembro 21, 2015

Filipa

 

Acabei de o deixar no colégio e não podia ter corrido melhor: pediu para levar os seus animais de estimação preferidos -com a óbvia aprovação da educadora, que eu não sou cá pessoa para passar por cima de programas educacionais, mesmo dos mais...errr...pronto, vocês percebem- e olhem, trigo limpo, farinha amparo: mal chegou arrancou-me as mochilas das mãos e lá foi ele, todo feliz, sem birras, sem dramas, mostrar a Matilde e o defunto Artur aos amiguinhos de turma -era dia da Matilde comer e cá em casa fazemos questão que os miúdos participem em todas as actividades familiares, inclusive alimentar os bichos, mesmo os que vomitam muito- perante o olhar de terror da educadora, mas hey!, ela deixou, afinal, tudo pelas crianças e a sua adaptação a todo este novo mundo que aparentemente nós, os pais, não tivemos.

Aqui fica, para mais tarde recordar, o primeiro dia de JI do meu João:

 

cobra2.jpg

 

 

rato2.jpg

 

 

 

Isto de ser mãe não é pêra doce. Felizmente que existe a internet para irmos buscar o saber sempre que nos sentimos encurraladas.

 

 

 

A minha Cristina

Março 11, 2015

Filipa

Comprei-a logo no dia em que saiu. Ia a passar e lá estava ela com uma capa que não lembrava a ninguém e com um preço capaz de envergonhar as Vogues da vida; três euros. Li-a com os óculos postos. Ponho-os sempre que entendo que a coisa é séria, deve ser por isso que nunca os coloco para ler blogues, concluo agora. Aquilo tem para cima de cem páginas, pareceu-me, das quais noventa são pura publicidade. Li com atenção o artigo das mulheres que decidiram mostrar o seu corpo sem pingo de photoshop, também dediquei um pouco da minha preciosa atenção aos novos gelados da Magnum, deixei-os ali a bailar na retina, não me vão escapar, revirei os olhos às já mastigadas pulseiras Pandora, credo!, isto ainda existe?, e ajeitei os óculos para enquandrar melhor a foto do Pedro Teixeira que fecha a revista com chave de oiro, mas daquele oiro pesado e caro, com não sei quantos quilates que até fere a vista tal é o glow. De resto, bom, de resto aproveitei o melhor que pude a revista; o meu Zé ainda é bebé, não lhe chegam os 427 passeios diários, tem alturas que ainda se descuida, maneiras que forrei parte do chão do jardim que lhe pertence com a Cristina. O papel é de uma qualidade excelente e quando embrulho os cagalhões naquele papel super colorido, cheio de roupa e acessórios da moda, papel que transforma meras poias em embrulhinhos cheios de pinta, penso que isto de andar sempre a apanhar as cagadas do cão até tem um certo glamour.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D