Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

Dúvidas Cor de Rosa

20
Mar17

A leitora pede, a leitora tem I


Filipa

"Bom dia Filipa,

 
Desculpe incomodá-la mas a Filipa é capaz de ser a única pessoa a conseguir ajudar-me com o meu problema de pele!
Sempre que aplico a base fico com a zona do nariz e parte das bochechas (creio  que se chama zona T...?) como que a escamar - aquela aparência de que a zona está muito seca e absorve a base, tal como acontece com um creme. Ora isto acontece mesmo no dia a seguiu a ter feito esfoliante e máscara... Já experimentei 2 marcas de base líquida e uma em pó (a mineral da sephora) e esta parece ser a única que não é tão absorvida  (mas tenho que a aplicar com a esponja que vem na embalagem e só depois passo o pincel. Ora aqui parece que estou a aplicar argamassa e de modos que é ligeiramente desagradável...
Estou a pensar experimentar a MAC mas não queria continuar a gastar dinheiro e ficar cada vez mais frustrada!
Vivo em Inglaterra e aqui a água é péssima, mas creio que tenho conseguido contornar os seus efeitos...se calhar não!?!
 
Desculpe a perguntar em modos Lusíadas e obrigada!!
 
Beijinho,
S."
 
Para ser sincera, eu já sabia que o post dos cremes  me ia dar o que fazer. Sabia que as minhas meninas não se iam ficar apenas pela foto e que me iam encher de questões e dúvidas e já sabem que eu não posso ver ninguém perdido que estendo logo a mão. Posto isto, decidi perguntar a quem me contactou se se importaria que eu fizesse destes emails, posts, por forma a que as desamparadas mais envergonhadas tivessem também direito a uma mãozinha e aqui estamos nós.
Querida e desorientada S., apenas posso recomendar uma base porque não conheço outra melhor. Quando preciso de uma cobertura baixa, opto pelos BB Creams, coisa que acontece quando vou à bica ou ao pão, por exemplo. Fiquem a saber que não consigo andar com este ar de quem está bem boa é para estar a balões de soro, maneiras que ando SEMPRE com base ou bb cream, máscara de pestanas e o produto sem o qual não existo: o blush. Por isso, curiosa S., a base que lhe recomendo é apenas A base, esta. 
A zona T comporta a testa, nariz e queixo e quando esta zona mostra oleosidade, poros dilatados, alguma sensibilidade, pele baça e com irregularidades, estamos perante uma pele mista, uma vez que normalmente o resto do rosto se mostra algo desidratado. Em primeiro lugar faz muito bem em fazer exfoliação em que a sua melhor amiga, a máscara, vem logo seguir. A exfoliação destrói a camada protectora da pele e a máscara acelera o seu reposicionamento. Se não a fizer, não só a pele se vai continuar a mostrar desidratada como vai estar à mercê dos radicais livres, da poluição, enfim, de todos os agentes agressores que causam o seu envelhecimento precoce. Estas duas não vivem uma sem a outra. Pode, por exemplo, fazer três vezes máscaras hidratantes e uma de limpeza. Se não vê resultados, considere que talvez seja melhor mudar.
 
Ando apaixonada por estas:
 
 

hydra-life-jelly-sleeping-mask-dior-mascara-facial

 

mascarashiseido.jpg

 

mascarasisley.jpg

Depois o creme não deve ser colocado sem antes fazer a aplicação de um tónico. Já aqui referi em tempos que o tónico permeabiliza a pele, ou seja, tudo quanto lhes coloquem a seguir, é absorvido com outra eficácia. Aqui pode ler mais sobre a sua importância, não se pode desprezar o tónico em circunstância alguma! Percebo pelo que descreveu que a sua pele está tão desidratada que absorve a base, acredito que se usar o creme correcto para o seu tipo de pele, limpar e tonificar o rosto de manhã e à noite, as máscaras duas a três vezes por semana e a exfoliação uma, irá ver grandes diferenças. Ao longo do dia pode usar este produto que falei no último post. Por fim e em relação ao creme, como sabe agora estou a usar os que falei num post lá mais para baixo, mas na minha idade já não me posso dar ao luxo de usar apenas um hidratante, tenho de usar uma coisa mais específica e recomendo que faça o mesmo. Use tratamento de rosto já anti rugas ou com efeito lifting -aquilo que considera ser uma prioridade- tenha apenas atenção à textura do mesmo: a pele mista prefere texturas mais ligeiras, mais fluidas do que as peles secas. Usar cremes ricos pode ser contraproducente no seu caso, uma vez que estes costumam ter mais lípidos do que o que uma pele mista precisa, mantendo-se desta forma desidratada e com a sua produção de óleo nos píncaros do inadmissível.

 

E pronto, é isto. Tinha mesmo jeito para trabalhar numa perfumaria, não tinha?

 
12
Jan17

Comentários que, claramente, merecem uma resposta à medida #5


Filipa

 

Captura de ecrã 2017-01-11, às 13.53.48.png

 

A personagem mape achou que ao escrever este comentário eu ia acobardar-me, colocar-me em posição fetal, fechar os olhos e esperar que a tempestade passasse, ao mesmo tempo que disfarçava aqui uma beca a linha editorial ao blogue naquela de me fazer de morta, estão a ver?

Querida personagem mape, nada mais longe da verdade. Sabe que o boneco que ilustra este blogue com tiradas tremendamente engraçadas e assertivas, não anda muito longe da pessoa que o criou. Quero com isto dizer que quando dou um passo em frente, não me retraio perante as respostas que daí resultem nem com as reacções que os mesmos provoquem. Em suma, sou aqui o que sou nas caixas de comentários alheias, em emails trocados com a pessoa mais inesperada, com a/o blogger mais parvo de merda que possa existir. Não tenho de compor bonecos nem disfarçar uma coisa que não sou. Coisas cá minhas, mas uma coisa lhe digo, divirto-me a valer e durmo ainda melhor.

Como viu, o seu comentário viu a luz do dia, benza-o Deus, coisa tão aprumadinha, certeira e redondinha. Pena que tenha caído ao lado. Anda a ver se os nabos lhe escorregam da púcara? Às vezes também me dá para isso, mas conto sempre de antemão que só cairão se alguém do outro lado estiver para aí virado. E acontece que hoje estou, tenho aqui dois minutinhos no meu saco da condescendência, olhe bem a sua sorte.

Primeiramente, eu tinha razão -como quase sempre aliás- "aviso-te já que não vai ser fácil arranjares uma tipa que mereça mais do que dois minutos da minha atenção" isto a propósito do factor "Inveja" que a par do "mal fodida" são dos melhores argumentos para deixar logo fora de jogo alguém que tenha entrado a pés juntos. Tenho, portanto inveja da Picante. Vamos chamar as coisas pelos nomes, é para isso que aqui estamos. Sabeides que aqui não há indirectas nem meias palavras, e vamos fazê-lo em post, para ficardes cientes de tudo e de uma vez por todas e deixardes de me aborrecer com merdinhas de crianças com boquinha aqui e boquinha ali, desculpai lá se não tenho grande paciência para as vossas paneleirices ou para os joguinhos que vos alegra os dias e aquece as noites.

Sinceramente, não percebo onde foram buscar essa ideia que tenho inveja da picante. Ainda se estivéssemos a falar de uma blogger de sucesso que ganha pipas de massa só por tirar as ramelas dos olhos e lavar os dentes logo pela fresca, ou de alguém com aquele jeitinho raro de fazer sorrir quem o segue, sempre que lhe vê o título de um post nos feed. De alguém que verdadeiramente nasceu para a escrita, que brinca com as palavras, que nos transporta para lá da combinação das letras, que nos mostra exactamente onde quer chegar com meia dúzia de linhas, que nos abre a alma e a enche de vontade de ler mais e mais, ainda vá, de contrário o sentimento apresenta-se-me como um imenso e gordo ponto de interrogação, a menos que... Ah, já sei! Tenho inveja das mesas que mostra? 

 

A.mesa natal.jpg

 

Nope, também não.

Podia abrir aqui espaço para debatermos em comentários, quer a beleza quer o preço deste meu magnífico serviço e de como também eu poderia dar workshops de como os talheres não sei quê, e quem diz destes, diz workshops abordando, com alguma profundidade o conceito "amizade", mas sucede que já sou gabarola o suficiente, desde aquele episódio dos cremes de mil euros, que esfreguei na tromba de uma puta de alma, cujo objectivo era -e é- muito claro, mas que se vai deturpando quando nos dá jeito e à medida que nos convém, dependendo se a acha está mortiça ou espevitada. Metam uma coisa nessas cabeças: não há absolutamente nada na pessoa nem em ninguém, que eu inveje. Porquê? Porque tenho exactamente tudo o que quero e preciso.

Depois o "Da Picante, que te mandou à merda e fez ela muito bem". Não deixo as coisas chegarem a esse ponto, criatura. Quem mandou a Picante à merda fui eu e se ela tivesse um pingo de berço que pensa ter, confirmava-o em vez de alimentar especulações de cocó (espero bem que alguém dê valor ao meu esforço em não dizer palavrões. Lá descambo de quando em vez, mas estou muito melhor, não quero que ninguém abra os olhos tarde demais). E mandei-a à merda porque a aspirante a rosinha, cujo blog vive de dizer mal das bloggers de sucesso -Froid deve explicar, não sei- lembrou-se, numa manhã de céu azul e margaridas frescas, de informar o mundo que não gostava do rumo que o meu blog estava a levar, expondo dessa forma uma "amiga" sua e abrindo assim espaço a comentários anónimos e reacções que jamais uma amizade permitiria abrir.

No meu conceito de amizade.

Que enfeitadinho a nenúfares e música clássica, tem paredes sem brechas onde mal entendidos não conseguem criar bolores que invariavelmente se espalham e fazem apodrecer a sua estrutura. Que arejado, limpo e transparente, é o melhor lugar do mundo para se ter conversas privadas que podem muito bem ser opiniões sobre os blogues uns dos outros. Que de tão raro que é, desilude à primeira facada nas costas e manda tudo à merda até apodrecer de desgosto, porque isto de ser "amigo" da Filipa não é fácil, não é pêra doce, não é para fracos nem traidores, não se compadece com desculpas de merda, mentiras, contradições e, já agora, não é Suíço, manda à merda também silêncios cúmplices, silêncios-rebanhos, silêncios de quem presta vassalagem. Maneiras que no final das contas, não foi só a Picante que mandei à merda. Foram todas, tudo a eito, porque a minha vida é muito mais do que o tira e põe nas barrinhas laterais, é muito mais do que não-nos-vamos-pronunciar-porque-não-é-connosco-e-não-queremos-tomar-partidos, dá muito trabalho, é chato e indispõe os ânimos, a minha vida é tão mais do que olhar para o lado e ignorar o óbvio.

E reparem que até estava num dia sim, porque se estivesse num daqueles dias em que chego atrasada cá aos meus destinos derivado dos encontros fortuitos e inusitados com os meus caros ciclistas, tinha-as era mandado todas para o raio que as partisse (e o que eu me desgasto a arranjar alternativas pra prá puta que as pariu, só porque tive a linda ideia de ser socialmente correcta em 2017, foda-se?!)Isto é que teria sido verdadeiramente engraçado, pela parte que me toca, teria sido um fartar de vilanagem sem precedentes, apesar de ultrajante prás meninas de berço que só ouviram destas barbaridades após terem tropeçado em mim e a quem acharam a maior das graças. Depois sentiram-se defraudadas, desiludidas ou o falo que as fornique. Após eu as mandar à merda. EU. Deixem-me ao menos embandeirar em arco o orgulho de ter sido a ordinarona, a malcriada que mandou aquele pessoal todo à merda, sim, pois que toooooda a gente sabe que a picante não diz "merda". Quando muito dirá "fezes". Talvez "excremento". Em dias de grande loucura, talvez um "bodega", mas em bom. Uma bodêga, portanto.

Eu não desiludo ninguém, amigas, eu não me desiludo é a mim mesma.

Sempre fui isto tudo, nunca vos tinha era calhado a rifa, calhou agora, espero que estejam a apreciar. Pela parte que me toca, estou a dar o meu melhor.

07
Set15

Coisas de mulheres, não liguem #4


Filipa

No último "coisas de mulheres, não liguem" falei-vos da acção do açúcar na formação da ruga.

Chega de pensarmos que tem a ver só com a genética, essa grande puta, ou só com o sol, ou só com a idade, há que romper com estas quase-quimeras, terra chama mulheres, já que os homens andam preocupadíssimos com o benfica, não querem cá saber destas merdas.

Precisei de uns dias para me recompor e inclusive pensar no meu futuro. Pensar que raio vão estes gajos inventar mais para dar cabo da vida e dos pequenos prazeres de uma gaja, fazer figas para que não se lembrem do sexo nem das compras. Ainda estou em convalescença mas consegui ir buscar força ao fundo do meu ser para vos destruir, também a vós, as pequenas alegrias que obtêm quando se lambuzam com as dezenas de chocolates, gomas e afins que juram precisar em certas alturas do mês: basicamente todas. Vide como sou altruísta, não me merecem.

Apresento-vos a Glicação, que é a combinação da molécula do açúcar com a proteína. Confuso? Eu sei que sim, isto percebia-se tão melhor com um magnum amêndoas na mão. Esta ligação a nível molecular ocorre sempre que existe a presença destes dois macro nutrientes e temperatura, percebam que a do nosso corpo ronda os 37ºC...

Quando a coisa se descontrola, existe uma "caramelização", por assim dizer, da molécula e quando este processo ocorre nas moléculas de colagénio, estas partem, a pele retrai-se e voilá, a ruga.

Alzheimer, Parkinson, doenças cardiovasculares e cataratas são outras das consequências, obviamente incomparáveis, da Glicação de proteínas.

E pronto, a explicação sumária está dada, a alargada é demasiado complexa para um só post e maçuda para este blog. Larguem o açúcar e os hidratos de carbono e dediquem-se mas é à carninha, qualquer uma, desde que cozinhada a temperaturas não muito altas, ao peixinho, à saladinha, à fruta, ao running e ao btt.

Pronto, esqueçam o btt, de momento não tenho muito tempo para vos atropelar a todos.

Links

Para consulta em caso de necessidade

Cenas da Carla

Anita

No sapo também os há

Coisas do existencial

Dos blogues

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D