Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dúvidas Cor de Rosa

Um blog extremamente fofinho e quase sempre zen.

12
Jun17

Vá, larguem lá tudo o que estão a fazer e vinde mas é cá dizer que sou mesmo a maior e que nunca viram ninguém assim tão magnífico como eu quando me dá para falar sobre cosmética

Filipa

Lembram-se que vos disse que estava in love com dois produtos da Esthederm, marca que nunca tinha sequer ouvido falar mas que muito me estava a surpreender? Pois bem, optei por dois produtos e hoje é um deles que me traz aqui. Este:

 

edermagua.jpg

 

 

Deixem-me primeiro falar-vos do conceito da marca que eu não tenho uma Filipa Brás que me oriente nem vendedoras de jeito que me guiem. Se quero conhecer alguma coisa mais a fundo, tenho de pesquisar, fuçar, fazer-me à vida.

A Esthederm é uma marca relativamente recente no canal farmácia. Até há dois anos atrás era exclusiva de gabinetes de estética e em boa hora decidiu desbravar novos matos que esta marca, vão por mim que nunca vos enganei, ainda vai dar cartas.

A marca inspira-se na biologia da pele e reproduz e imita os seus mecanismos originais. Ou seja, utiliza a ciência -mimetismo biológico- para formular produtos que actuam em simbiose com a pele e sempre que possível, são usados ingredientes naturalmente existentes nela ou que a mimetizam.

No caso deste produto em particular, decidiu inspirar-se na água naturalmente presente na pele e daí a lançar esta jóia da coroa foi um tirinho. Reparem que não falamos de água termal -coisinha mais batida que a bengala de um cego- nem em água mineral ou desmineralizada. Falamos de água celular, vector perfeito de eficácia para os diferentes componentes activos e na qual a célula vive tal como no seu ambiente original.

Temos, portanto um super-produto, com diferentes utilizações, qual delas a melhor. Energiza, revitaliza, optimiza o metabolismo celular, permite a receptividade dos outros produtos de tratamento, hidrata, desperta, refresca, acalma, fixa a maquilhagem, mega boost de energia ao longo do dia e bendita a hora que me lembrei de enfiar a minha no frigorifico, há lá coisa melhor do que borrifar o rosto com uma água deste gabarito e ainda por cima fresquinha? O preço é outra agradável surpresa, acessível até para quem é um mero auxiliar de roupa e lar.

Sou ou não sou mesmo boa a falar de cosmética/dermocosmética/pele/cuidados de rosto/e mais qualquer coisa que de certeza que me está a escapar? Dou ou não dou cartas nesta merda? Falo ou não falo nisto com a mesma destreza de quem faz balões de pastilha elástica? Pareço ou não pareço uma profissional na área?   Dá a ideia ou não dá a ideia de que vendo tudo e às paletes?

Agora ide lá pensar e depois cheguem-se com respostas. Não sobre a eficácia do produto, que essa está mais que vista, mas sobre a minha influência nas vossas vontades, a minha sapiência, inteligência, jeito e etc, etc.

Vá, estou à espera.

15 comentários

Comentar post

Para consulta em caso de necessidade

Cenas da Carla

Anita

No sapo também os há

Coisas do existencial

Dos blogues