Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#2

por Filipa, em 13.12.16

 

Simplifica. Demasiados talheres para quê, se apenas tens duas mãos? Não postes a tua música preferida na sua letra original. Usa o Google Translate. Não rosnes como um urso. Brame como um urso. Em caso de amizades virtuais, esbardalha-te toda. A vida é para ser vivida on the edge. Sê mesmo boa pessoa. Há sempre quem saiba que estás apenas a fingir sê-lo. Assume que não esqueceste um crush antigo. As tuas palavras denunciam o contrário e isso não te dignifica. Não te desculpes se essa não for a tua verdadeira intenção. Blá, blá, blá, o inferno cheio. Acredita que o teu maior feito, aquele chato como o caralho, sem piadinha nenhuma, mas que insistes em pôr o teu público a par, vírgula por vírgula, interessa a mais alguém para além de ti. Afinal esta é a época do pai natal. Ele existe.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Imagem de perfil

De Filipa a 14.12.2016 às 22:27

Baccio.

Comentar post






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe