Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A minha chefe é uma porca. 
Não estou a falar em sentido figurado, é mesmo uma javardona de primeira. Cabelo seboso, a escorrer óleo, bigode e pêlos na papada, dentes nojentos, cheios de restos de comida, cheiro a suor retardado, e cheira mal, epá, nem sei como dizer isto de forma a não chocar ninguém e com a classe que me caracteriza, mas cá vai: a minha chefe cheira mal da chareca. Há dias em que penso que algum ser vivo ali morreu e fez daquilo túmulo. Cheira tão mal de todos os poros, que chega a achar que o vento está "para cá" e traz com ele o cheiro da lixeira que há aqui perto. 
A minha chefe levanta-se e sai de casa assim mesmo. Anda o dia inteiro com um buraco no alto da cabeça, rodeado de cabelo encharcado em merda, de quem nem sequer se lembrou dessas maravilhosas invenções, porém misteriosas para quem assim se apresenta, sendo certo que é a cara da empresa que representa: shampoo e gel de banho.
Chega a andar uma semana inteira com as mesmas meias e tem sempre o rebordo das unhas sempre debruado a um castanho suspeito. Às vezes lá faz unhas de gel e aquilo até se mama, mas a essência está lá. 
O melhor de tudo é que este nem é o seu pior defeito, hei-de fazer uma selecção dos piores, tipo um worst of e depois posto algures para verem como não estou a brincar. 
O pior é mesmo achar que os filhos dela são mais importantes que o meu e marcar-me reuniões de merda para as onze da noite.
O meu pior é não conseguir (nem querer) andar com boa cara para quem merece o pior que a vida tem, num trabalho que me faz tão infeliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe