Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O dos cachos domados e definidos.
Vamos por partes, ok? Primeiro porque custa revelar coisas tão íntimas e depois porque isto tem de render.

Lavar o cabelo com shampoo Johnson's, no meu caso de camomila.
É importante este passo.
Shampoo transparentes e neutros lavam melhor e não agridem tanto. Lavar quantas vezes vos aprouver que no meu caso é todo o cabrão do santo dia, uma trabalheira. Dá-se o caso de ser um gajo com tendência para a higiene, um horror.

Máscara.
Duas vezes por semana.
Uma vez, uma máscara hidratante, na outra uma de nutrição.
Por esta ordem, nada cá de ideias de merda de fazerem máscara a seguir ao condicionador. Muito menos de fazerem de uma máscara, condicionador, nada a ver. Uma das funções do condicionador é fechar a cutícula do cabelo, maneiras que a máscara usada depois dele, já não faz nada.
Também não usam o elixir e só depois lavam os dentes, pois não? Também não põem perfume antes de tomar banho, certo? Pronto.
A máscara é para ser usada do meio do fio até às pontas e o correcto será obedecer ao tempo de pose indicado no produto. Se não tiverem tempo o melhor será guardarem a tarefa para o fim-de-semana, por exemplo. Não queiram milagres, cada vez os há em menor quantidade. O ultimo que aconteceu foi quando a música da Suzy chegou ao festival da canção.
Depois da máscara passem bem a trunfa por água. 
Fria.
Sim, leram bem, caracol não gosta de água quente.
Depois de livre de resíduos shampoonais, secar SEM ESFREGAR numa t-shirt de algodão. 
Sim, leram bem. (Isto está a tornar-se um pouco repetitivo ou é só impressão minha?)
Uma t-shirt de algodão. Bem sei que é chato, o meu gajo já ficou sem umas quantas, mas fazer o quê?, é a vida. Quando retirarem o excesso voltamos ao assunto.
Chegou a vez do condicionador e o processo é o mesmo:
Do meio até às pontas e aqui é o ÚNICO momento em que se penteiam. 
Sim, leram bem.
Agarram num pente largo de madeira e zunga, zunga, por ele todo mas com carinho. Deixai a violência para quando estiverdes no trânsito. Ou numa loja MEO ou assim.
Passar outra vez por água fresquinha e quando estiver limpo, pumba, outra t-shirt e assim fica até o cabelo ficar livre do excesso de água.

Até aqui o que importa reter, é:
Nada de secador, nada de shampoos de merda, nada de pentear nem de chegar os produtos ao coiro.

Quanto ao que falta (sim, ainda falta a estucada final), esperai um pouco que a mãe já vem.


Espero que estejam muito felizes, agora que conseguiram transformar o que era um blog assim-assim, num blog de merdas totalmente inúteis.




Autoria e outros dados (tags, etc)

O problema NÃO está no facto das unhas estarem ou não pintadas. 
A cena é o calcanhar, por Deus. Vê-se mal, tem de se torcer o tronco, mas ele está lá, a implorar por uma pedrinha pomes, um mero creminho hidratante, nada de mais, só o básico, o diário independentemente da estação do ano.
Por isso, podeis pintar as unhas dos pés à vontade, mas não descureis os calcanhares, é que não é só feio, chega a ser nojento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gala do MET

por Filipa, em 07.05.14
Em primeiro lugar, não sei que raio quer "MET" dizer nem que gala é esta, nunca ouvi falar, nunca a vi mais gorda, lamento, não tenho tempo para saber tudo.
Em segundo lugar, acho isto horroroso:







E isto lindo:


Ou seja, exactamente o contrário do que as hitgirls-da-esfera-da-bloga postaram.

Como é que hei-de ser uma guru da moda, fosca-se?

Autoria e outros dados (tags, etc)





Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe