Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e fiquei indisposta com a responsabilidade que esta jornalista quis colocar nos ombros do puto ao perguntar-lhe porque ele não ajudava os mais necessitados, uma vez que é uma obrigação moral de cada um de nós, que olhava para ele e via uma pessoa fútil, se ele não se sentia mal por ter gasto tanto dinheiro numa festa com o país no estado que está e etc e falou inclusive, especialista que é, no valor do relógio que ele trazia.

Nem jantei.

Tive e tenho pena do fulano ser tão conas e não lhe ter dito que a obrigação moral dele era fazer o que quisesse desde que não prejudique ninguém, que pelo país estar como está, não é motivo para usar um relógio do chinês, que só tem que ajudar, quem, como, quando e se ele e a família dele quiser. Que se quiser lavar o Ferrari com champanhe, lava e se quiser comer a Pamela em Portugal, também o pode fazer, desde que mantenha e cultive os tais valores que a família lhe passou. Que uma pessoa por não penar para pagar a renda, comer ou criar os filhos, não tem que ser apontada, julgada, muito menos apedrejada em praça pública, uma vez que até resulta claro que o míudo prestou-se àquele circo justamente para apagar a imagem que gente como a sôtora Judite, criaram dele. A criatura ainda referiu algumas instituições que ajudava de alguma forma, porque ajudar, Dra Judite, não é só abrir os cordões à bolsa, mas percebeu-se o desconforto, uma vez que quem o faz por gosto, com o coração, como diz Lorenzo, não espalha, não se congratula nem vangloriza, mas a Dra Judite, que é Dra porque estudou, coisa que jovem Lorenzo também não fez (outra vez para a fogueira, pá, como te atreves??) não vai cá em cantigas e atacou-o de forma a que a única resposta que merecia, que me merecia, era o puxar de um livro de cheques e dizer:
"Pá, ó Judite, afinal não é da merda da maquilhagem que trazes hoje que te deixa com cara de cu, estás é verde da inveja que trazes ao peito desde que viste as imagens da minha festa. Diz lá aí quanto é que queres que o Lorenzo aqui ajuda-te porque é meu dever moral, para com quem te está a ver nesses propósitos, acabar com este espectáculo de merda a que chamas entrevista.
Vá diz lá, pá. Não tenhas vergonha."

Mas tem Judite, tem muita vergonha de ti.

Eu tenho.

Autoria e outros dados (tags, etc)


74 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana a 16.08.2013 às 21:53

Subscrevo tudinho.
Sem imagem de perfil

De Clair de Lune a 16.08.2013 às 22:25

Aleluia que leio algo decente sobre a entrevista!
Sem imagem de perfil

De Pedagogia do Terror a 16.08.2013 às 22:42

Eu até fiquei mal disposta! Ele respondeu muito bem. Eu não lhe toleraria uma segunda pergunta, quer dizer, julgamento!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.08.2013 às 23:05

alguem sabe do video? gostava de ver e nao vi
Sem imagem de perfil

De GILBAS a 16.08.2013 às 23:33

Parabéns pelo texto, aquilo que se passou esta noite na Tvi foi uma vergonha...para a estação, para a jornalista e para tantos, que como eu,tinham em grande conta a jornalista J. de Sousa.
Fiquei triste porque aquilo foi de facto um julgamento sumário e em directo, que roçou a xenofobia.Que faça as mesmas perguntas aos cada vez mais endinheirados que gravitam por terras lusas (CR7, Mourinhos, banqueiros e outros que tais), sobre a origem dos seus dinheiros, onde e com quem os gastam.
O único aspecto positivo foi a lição de educação, respeito e elevação que o entrevistado deu.
Um vídeo ideal para definir o que é verdadeiramente mau (péssimo) jornalismo.
Sem imagem de perfil

De Sandrina a 16.08.2013 às 23:46

Onde posso ver a entrevista ?
Sem imagem de perfil

De onónimo a 16.08.2013 às 23:56

eheheheheheh. ainda (com esta idade) a levar a sério a latrina de egos que é a "nossa" tv?
quanto começares a ver as entrevistas que nos oferecem como um momento cómico vais sentir-te muito melhor.

coitada, a judite, que deve doar 90% do obsceno pecúlio que mama pela merda que apresenta, tem padrões morais muito elevados (e jornalísticos também, dignos de tv brasileira ou angolana).

e vergonha vergonha é o que a anacom tem feito para manter apenas 4 canais televisivos para interesse da merda dos operadores da televisão que temos (que quando tal são também todos angolanos ou chineses, públicos).

portanto está tudo bem nesta dolorosa valsa lenta.

ps. : podiam emitir pelo menos uma mira técnica no "quinto canal". elevava um pouco o nível de qualidade e era agradavelmente colorido.
ou pornos caseiros. é pedir muito?
Sem imagem de perfil

De onónimo a 17.08.2013 às 00:01

epá, epá! foi o gajo que comeu a pamela? então foda-se, é dar-lhe o mesmo tratamento do zico. a pamela é só pra mim desde o tempo das marés vivas. ora foda-se.
Sem imagem de perfil

De Filipa a 17.08.2013 às 00:07

Enquanto não me disseres o nome do teu blog (pode ser por via email) não me rio das tuas graças. Pronto!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.08.2013 às 00:22

http://www.tvi.iol.pt/programa/jornal-das-8/4295/videos/156659/video/13937588/1

Comentar post


Pág. 1/8






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe