Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Comentário no post Pinkipédia X

Estás boa? Boa não estás. Não tens ninguém, além destas almas, que converse contigo na blogoesfera? Não, tu és uma pobre inútil, que analisa a vida dos outros sem dúvida que isso chega ao nível da licenciatura que não tens, do emprego rasca que tens e da merda de pessoa que és. Conhecida por odiar és tudo e todos, no entanto, cada vez mais chata. És tão pobre e podre que ninguém que saber se os outros prestam ou não. Afinal, na tua boca de porca, alguém presta? 

Com início nesta coisa de ódio"

 

Olá, anónima. 

Estou boa. E tu? 

Reparo que essas mamas não têm melhorado, havias de ir dar um toquezinho nisso.

 

Antes de mais, protesto! 

De diversas formas sendo que neste momento prefiro protestar à puta acompanhante que nem para ter filhos serve. É, portanto, um protesto cheio de glamour, de gaja de bem com a vida, bem resolvida, não me venham cá chamar de mal fodida nem nada do género que toda a gente sabe que as putas não padecem cá destes dissabores.

Em primeiro lugar, acho lamentável estar a ser julgada pelo facto de ninguém falar comigo na net. Eu tenho um marido, sabes. Daqueles que se sentem, que respiram e tudo. Que lhes tocamos e eles efectivamente ocupam espaço e são feitos de matéria. Ocupa-me algum tempo, este madiê. Entre jantares fora, saídas, copos e passeios, quase que não tenho tempo para as minhas amigas que só por um curioso acaso do destino, também são de carne e osso, não são fruto da minha fértil imaginação.

Filhos. Também os tenho. 

Dois. Igualmente reais. 

Uma casa. 

Um emprego, à séria, com responsabilidade. Aquele tipo de emprego que me permite chegar a qualquer dia do mês, entrar numa perfumaria qualquer e comprar cremes de mil euros - hei-de falar-vos da minha última descoberta neste campo, Jesus, estou em êxtase! -Aquele tipo de cena que faz espumar putas estéreis. 

Animais que, parecendo que não, ainda me dão que fazer, nomeadamente apanhar cagalhotos da via pública porque eu sou podre mas sou uma podre asseadinha. 

Portanto, é natural que tenha pouco tempo para perder com gente da blogoesfera. Ainda assim, acho que tenho imensa gente a falar comigo aqui no blog, tomara muito blogger, que acha que a felicidade está em trocar e-mails e telefonemas com meia dúzias de rebarbados e com gajas cuja realização sexual passa por ter blogues de pornofantochada, daqueles que comentam anonimamente outros blogues, dos que se comentam a si próprios para acusarem os outros das coisas mais descabidas, terem metade dos meus leitores. Em quantidade, qualidade, cérebros, livre arbítrio e personalidade.

Depois a cena da licenciatura.

Mais uma vez peço desculpa por ser assim, tão desinformada e não estar a par da vida de toda a gente, como esta anónima parece estar. Ela sabe de coisas. Aposto que vê coisas. E que ouve coisas. Aliás, aposto que quem a deixou fugir vai ter graves problemas laborais por não ter conseguido fazer o que lhe competia: manter as das paragens cerebrais bem fechadinhas na sala dos choques eléctricos.

Fartinha de dizer que tenho o quarto ano. Não acha, anónima, um bocadinho preconceituoso da sua parte estar a avaliar as pessoas pelos seus estudos? 

É que mesmo com o quarto ano nunca precisei de me prostituir. Com o quarto ano escrevo melhor que muita explicadorazeca de olx. Com o meu pobre quarto ano, tenho um emprego que me preenche e que me permite andar de cabeça erguida, sem ter de andar a pedinchar coisas na net, sem depender de ninguém e a ter o que invejo nas outras. Ter o quarto ano deu-me independência. Maneiras que se agora ficasse sozinha, sem marido, o meu emprego rasca permitia-me criar os meus filhos.

Sozinha.

E ainda me sobrava guita para comprar duas ou três passadeiras daquelas que servem para perder peso ou assim.

Preciso da licenciatura para quê? Para ser acompanhante e/ou puta ranhosa, dar uma perninha como comentadora anónima e outra como explicadora com anúncio no Facebook?

Logo vi.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


50 comentários

Sem imagem de perfil

De Dama de espadas a 16.08.2016 às 09:33

Auch....
És grande Filipa!!!!
Sem imagem de perfil

De Coisinha Serena a 16.08.2016 às 10:06

Filipa, não vale a pena dar tempo de antena a esta "pessoa". A mulher é maluca, mal-formada e com necessidade de atenção. Quem lhe dera a ela ter a sua visibilidade, quantidade de visitas e de comentários e principalmente, ter a sua vida (marido, filhos, animais...). A dor de cotovelo é f*****a e a inveja é tramada. E claro, quem lhe dera a ela com 2 cursos escrever tão bem quanto alguém com a 4ª classe :):):).
Beijinhos e não ligue a quem não merece.
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 15:19

"coisinha serena" 
Ahahahahahahahaha


Não tenho o quarto ano. Esta anónima é que tem a certeza que não tenho uma licenciatura. Como se o facto de ter uma tornasse alguém mais útil. 
Está aqui a prova viva de que tal não corresponde à verdade :) 
Sem imagem de perfil

De Troll a 16.08.2016 às 16:21

:) eu sei que não tem. Ou melhor, que tb tem, todos temos a 4ª classe, penso eu de que.
A diferença é que não usa um curso para se diferenciar dos outros, cm faz uma certa pessoa.
É mm sinal de que se sente inferior... e volto a dizer que acho que ela chumbou na 1ª classe.
Força Filipa, mande a gaja às urtigas e que as esfregue bem num sitio que eu cá sei.
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 16:58

Atenção que não o disse com o intuito de me fazer superior.
A minha mãe tem a 4ª classe e escreve melhor que muita socióloga, han?
Só que ela acha que sabe coisas de mim.
Só acha.
Como não faço estandarte da minha formação é porque não a tenho, é este o seu raciocínio.
Sem imagem de perfil

De Isa a 16.08.2016 às 17:13

Porque ter-se um curso superior determina, logo ali, o grau de uma data de coisas da pessoa. 
Olhamos prá assembleia da república e prás bacoradas que saem boca fora dos nossos políticos, que se pode constatar isso na perfeição.  Aliás, houve um deputado que foi às putas, e até escolheu uma licenciada e tudo.  Por uma questão de compatibilidades esotéricas, suponho.  Ou literárias, quiçá.
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 17:20

De luxo.


Diz ela. 
Deve ter adoptado isto no dia em que olhou para os cascos de cavalo que tem agarrado aos calcanhares e exclamou: que luxo!
Sem imagem de perfil

De Isa a 16.08.2016 às 17:33

ahahahahahahahaha!


Deluxe dá logo ali outro elan ao casco. Passa-se do trote comum ao dressage em 3 suspiros apenas. 
Sem imagem de perfil

De Troll a 16.08.2016 às 18:07

Eu sei que não disse. E não tenho a ideia de alguma vez a Filipa se ter mostrado superior a alguém. A outra é que mostra o quão inferior é. A minha mãe tb tinha a 4ª classe e escrevia e falava mto melhor do que mta gente formada que eu conheço. E era uma senhora. A formação académica não quer dizer nada. Já a moral quer dizer muito e aquele ser é a prova de como não se deve ser...
Sem imagem de perfil

De Isa a 16.08.2016 às 10:34

Aposto 3 amantes em como sei de quem é essa coisa que te mandaram. 


Daqui a bocado já cá volto, pra tentar perceber  o que quererá dizer  "És tão pobre e podre que ninguém que saber se os outros prestam ou não". 
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 15:20

Não percas tempo nisso. 
Agarra mas é nos amantes e vai curtir. 
Sem imagem de perfil

De Isa a 16.08.2016 às 15:45


O teu post fez-me lembrar  um assunto  de assaz importância: esqueci-me de lhes perguntar
pela escolaridade. Agora não sei se curta com eles na praia ou se num campo de golf, que não sei o que aplicará às competências dos moçoilos.  Maçada. 
Imagem de perfil

De Sofia a 16.08.2016 às 11:00

Uma resposta de mestre!


Pessoas que insultam anonimamente na Internet estão um bocadinho acima de Donald Trump na minha consideração, mas continuam a estar abaixo de lixo e mesmo dos "cagalhotos" deixados pelos nossos bichos e que nós limpamos da via pública.
Sem imagem de perfil

De Troll a 16.08.2016 às 11:49

"Em Albufeira, toda a gente sabe quem eu sou, se dizer o nome da minha avó por exemplo que foi considerada por um site inglês, o típico trabalhador português na sua área... . e as cunhas. A minhas mãe conhece toda a gente e até elementos da GNR ela convence a fazerem esperas a quem ela assim decide.

Em Albufeira, trabalhasse no que se pode, por isso eu adoro trabalhar em bares e servir à mesa, conviver com ingleses, com malta de fora (os betos lol)."

Penso que o que a mãe desta senhora faz é crime. Isto deveria ser dado a conhecer às autoridades competentes e visadas, para saberem o tipo de pessoas que têm nas suas corporações.

O português  continua a ser  assassinado por essa pessoa..

Sem imagem de perfil

De Troll a 16.08.2016 às 15:54

Quando passar por Albufeira um dia destes, pergunto a uma pessoa " olhe desculpe? conhece estas mamas?  não?  e este rabinho?  sabe de quem é este rabinho? não?  espere que há aqui outra no blogue.... e estes pés?   Também não?  olhe,  veja lá e estes olhinhos?  pois..."Image


bué conhecida
Sem imagem de perfil

De Galinha a 16.08.2016 às 14:20

Começo a achar que o teu blog dava um livro (ou os comentários que tens) :D
Sem imagem de perfil

De Be a 16.08.2016 às 14:35

Comentários que merecem exactamente o mesmo que a pessoa que os escreve, não vou dizer o que é que a minha educação não o permite.

Tens paciência de Job, eu não teria em relação a tanta excremência.
Sem imagem de perfil

De Entre os meus dias a 16.08.2016 às 16:05

Ambos os meus pais têm "apenas" o 4º ano e são das pessoas mais inteligentes que conheço. A minha mãe é empresária e - mais importante que isso - tem um emprego que adora. O meu pai fala 3 línguas e faz contas mais rápido que qualquer pessoa. Ter uma licenciatura ou outros estudos igualmente irrelevantes não nos faz melhores ou piores. Eu tenho uma e, até ver, não me serviu de grande coisa.
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 17:00

Eu dou emprego a licenciados.
Uma vez que parece que não possua uma licenciatura, até não me tenho saído nada mal.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 16.08.2016 às 20:32

Dás emprego a licenciados? Explica lá isso... Recursos Humanos?... 
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 20:57

"Explica lá isso"
Claramente, andas aqui há pouco tempo.
Só explico o que quero, quando me apetece.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 18.08.2016 às 11:25

Quando não te agrada não respondes. Presunçosa.  Dás emprego a licenciados.... mesmo para rir
Imagem de perfil

De Filipa a 18.08.2016 às 12:02

A isso, de não agradar não comentar, não se chama presunção. A isso chama-se não aprovar comentários. 
Ri-te para aí, não existo para outra coisa. Continua a acreditar que tenho um emprego de merda que é para o lado que durmo melhor. 
Sem imagem de perfil

De Troll a 16.08.2016 às 18:22

Enviei um email para a GNR:

Boa tarde, 

ABoa tarde, 

Acabo de ver isto escrito num blog (http://srsolitario.blogs.sapo.pt/a-conversa-com-pink-poison-32833?view=1096769#t1096769) e por pensar que não é verdade, decidi partilhar de forma a que possa ser aferida a veracidade dos factos e reposta a verdade.


S: Quais as principais diferenças entre Albufeira e Lisboa?

P: Em Albufeira, toda a gente sabe quem eu sou, se dizer o nome da minha avó por exemplo que foi considerada por um site inglês, o típico trabalhador português na sua área, está o meu melhor amigo com quem convivi diariamente dos 14 aos 27, e as cunhas. A minhas mãe conhece toda a gente e até elementos da GNR ela convence a fazerem esperas a quem ela assim decide.

Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 18:24

Ora aqui está o que se quer!


Obrigada.
Sem imagem de perfil

De Isa a 16.08.2016 às 18:29

Ora bem, ora bem. ..


Aguardemos pelo parecer dos senhores agentes.
Sem imagem de perfil

De fã nº2 da Pipinha (ansiosa para ser nº1) a 17.08.2016 às 11:10

ahahahahahahhahahahahahahahaahahhahaahahahahahahahahhaahahahahahahah


Mas atão.... E ter conhecimentos nos mais altos lugares da Magistratura???? Também não? Conhecer um juiz ou dois (quem sabe três ou quatro) daria jeito. Pinkcenas!! Ohhhh pinkcenas!! Diz aí à tua mãe para actualizar a lista de contactos, ter contactos na GNR é muito last season, é démodé. Vê lá isso, estou só a pensar no teu bem estar.
Sem imagem de perfil

De T. a 16.08.2016 às 18:26

Atão mas tu não servias bicas????????
Imagem de perfil

De Filipa a 16.08.2016 às 18:32

(isto é só um part-time, nada de mais. A minha verdadeira vocação é servir bicas e copos de água)

Comentar post


Pág. 1/3






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe