Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




 

Qual é pior?

Os putos de mirandela que, por mor de uma tradição de merda, celebram o dia de reis fumando tabaco comprado pelos próprios pais, fazendo-o durante dois dias inteirinhos.

Wow, que indignação. (Sim, também fiquei, mas calma que isto não fica por aqui)

Ou.

Os filhos de pais fumadores que passam os 365 dias do ano (este ano fumam mais um, yey!) a levar com o fumo dos pais, ou seja, um ano inteiro enquanto fumadores passivos?

 

Está aqui um belo "o leitor decide", não está?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


29 comentários

Sem imagem de perfil

De Mirone a 06.01.2016 às 10:29

Estás equivocada Maria Filipa. Tooooooda a gente sabe que o fumo passivo é como a ginástica com o mesmo nome. Só traz benefícios.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 10:30

Sempre a mesma merda, eu.
Sem imagem de perfil

De Mirone a 06.01.2016 às 10:32

Mas tens os melhores títulos da bloga, não desanimes. :))))))
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 10:33

Modéstia à parte...
:)))))
Sem imagem de perfil

De Uva Passa a 06.01.2016 às 11:35

E as que fumam esses dois dias inteirinhos e ainda fumam os outros 363? Hã? E esses pobrezinhos??? Desses ninguém fala não é??? Pobres crianças.
E os das sopas de cavalo cansado que têm pais alcoólicos. E os das Play station que jogam o ano inteiro e os pais são viciados no casino e nos telemóveis?
E os que vão para a praia ao meio dia no pico do calor porque no verão ninguém se levanta antes das 11h?
Sacanas das tradições caraitas!
Sem imagem de perfil

De Troll a 06.01.2016 às 11:36

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Psicogata a 06.01.2016 às 12:01

Concordo cá para mim sofrem dos dois males.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 12:06

Que ponto de vista estranho, esse.

Então o que dizer dos que têm como tradição a morte dos touros?
Sem imagem de perfil

De Troll a 06.01.2016 às 12:37

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 13:13

E obrigada por partilhá-lo.
Contudo penso que é um direito meu achá-lo estranho.

Portanto, acha que os pais que ao darem aos filhos tabaco, fumam. (Justamente por saberem o mal que o tabaco faz é que penso o oposto, mas pronto). Porque é que não posso pensar que quem mata touros porque é tradição, não ensina aos filhos que matar animais não tem mal?
Sem imagem de perfil

De Mirone a 06.01.2016 às 13:21

Fi, acho que o que a Claudia quis dizer foi que um pai que não fume dificilmente dará cigarros ao filho só porque é tradição.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 13:46

Porquê?, porque achas que os fumam não sabem o mal que o tabaco faz? Ou pelo contrário, sabem mas como é tradição, não querem saber?

Estamos a especular, é o que quero mostrar com a comparação. Não sabemos se os pais fumam ou não -nem sei qual é pior, se o pai que fuma se o que não fuma, fomentar esta merda mas enfim- sabemos que é tradição e é nisto que nos devemos focar.

A tradição é uma merda?
É.
Mas faz sentido um fumador apontá-la?
Pá, não, lá vamos nós voltar aos falsos moralismos.

Olhemos para nós primeiro e depois apontemos o dedo. Se bem que eu acho que isto de apontar dedos tem muito oque se lhe diga.

Sem imagem de perfil

De Mirone a 06.01.2016 às 13:56

Pois precisamente. Também não sei o que é pior... Eu pelo sim pelo não nem sequer fumo. Mas fica bem indignarmo-nos com os outros.
Sem imagem de perfil

De Troll a 06.01.2016 às 14:06

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 14:12

Não estamos a falar dessas situações, eu sei que já o percebeu. O que eu não percebo é porque é insistem em desvirtuar o post, mas deixe lá, deve ser incapacidade minha.

Estamos a falar de pais.
Pais que dão cigarros aos filhos e pais que sujeitam os filhos ao seu fumo. Qual das situações é pior, sendo que ambas são feitas conscientemente?

E olhe que daqui fala uma ex fumadora que nunca fumou à frente do filho, nem em casa, nem no carro, nem à janela.

É mesmo só isto.
Sem imagem de perfil

De me a 06.01.2016 às 17:40

(Eu sei q me vou arrepender, mas pronto)
Por acaso ia salientar isso Filipa, o facto de um progenitor ser fumador n quer dizer q fume ao pé de um filho. Eu por acaso deixei de fumar no dia em q o meu puto nasceu (sim, funei na gravidez, pouco, mto pouco, mas fumei).
Mas conheço pais q n fumam nos carros, nem mm sem os putos (o meu por exemplo...ja era smoke free antes mm de pensar em ter filhos) e o progenitor pai é fumador (ainda...), q n fumam em casa...
N é líquido q exponham os filhos a fumo passivo. (Embora aqui tb houvesse mais p se dizer...mas)
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 20:50

(vais arrepender-te? atão porquê?)

Eu sei que não quer dizer, gente!, mas que caraio, han??

Eu é que lancei duas para a mesa e questionei o grau de gravidade de ambas, tendo em conta a responsabilidade parental, uma vez que li por aí quem se ofendesse com a primeira mas que estivesse em paz com a segunda, sendo que na minha opinião, andam as duas muito perto uma da outra.

Sem imagem de perfil

De eu a 08.01.2016 às 16:39

Eu acho que quem não é fumador provavelmente não tem cigarros, logo não terá nenhum para dar aos miúdos.

Matem-me mas eu não gosto disso, da mesma forma que não gosto que levem crianças ver touradas, da mesma forma que... (get it?)

Acho que todos nós temos os temas que criticamos. Agora é politicamente correcto andar a defender tudo e todos só porque sim, agora ser fixolas é dizer para não gozarem os pobres paizinhos que dão porcarias aos filhos ou cometem actos que são considerados negligentes pela maioria dos médicos e técnicos de saúde..

Opa matem-me mas eu não levo mesmo o meu filho para a praia nas horas mais quentes, não o levo para sitios onde possa levar com tabaco (eu própria detesto) e também não lhe doou bebidas alcoolicas, nem sumos, nem fritos... mate-me, sim?! Lamento se coloco a saúde do meu filho em primeiro plano.
Se terá familiares a dar-lhe bolos e fritos? Certamente. Se eu própria o deixarei uma vez ou outra? Talvez (fora de casa, em minha casa nunca os comi e nunca me fizeram falta).

Se ele nunca vai experimentar nada? Duvido. Não duvido que vá comer fritos na vida e doces, não duvido que vá apanhar uns escaldões na vida ou que nunca beba bebidas alcoolicas. Simplesmente cada coisa a seu tempo. A idade da estupidez dele não está muito longe, quando for adolescente certamente irá cometer as suas loucuras e fará as suas próprias decisões, sejam elas saudáveis ou não)

Mas enquanto eu for a única responsável? Não obrigado.
Ide dar uma volta ao IPO e vejam as crianças que lá estão. A seguir digam-me se vale a pena brincar com a saúde dos vossos filhos.

Para mim não vale. Julguem-me, apedrejam-me... quero lá saber. Agora é moda proteger quem comete atrocidades, antes era ser politicamente correcto, agora é aceitar tudo...
Sem imagem de perfil

De me a 08.01.2016 às 18:40

Tava a reinar, pq te estava a contrariar (felizmente n ando de bicla hehe)
Eu percebi o teu ponto. E sim, por vezes a coerência (falta dela) das pessoas é algo que me transcende.
Acho a exposição ao fumo passivo horrivel. Aliás, eu deixei de fumar pq a simples ideia de ter uma criaturinha de dias, cujo ofacto é bastante apurado, encostada a mim a tresandar a tabaco, deu cmg em doida (e capaz de me fazer abster do vicio)
Imagem de perfil

De Psicogata a 06.01.2016 às 12:02

Quando saiu aquela notícia de os pais não puderem fumar com os filhos no carro, só pensava e em casa? Como vão controlar o fumo em casa?
Tudo para inglês ver, proibiam o tabaco e acabava-se a história.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 12:30

Proibam o tabaco??
Ómessa!!
Então mas voltámos atrás no tempo ou quê?
Daqui a nada os homens podem lançar piropos, queres ver??
Imagem de perfil

De Psicogata a 06.01.2016 às 14:07

Ahahahaha
A dualidade de critérios nas leis é fantástica é uma verdade.
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 06.01.2016 às 14:12

Qual o pior?

Depende da marca do tabaco...
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 06.01.2016 às 14:14

Haverá tradições piores.
Mas pior que uma tradição, esporádica, é um hábito.
Cá por mim, pai que leve o petiz ao mac... É tirar-lhe as crianças.
Sem imagem de perfil

De Mirone a 06.01.2016 às 14:47

:)))
Quem com ferros mata, com ferros morre.
E se, como o Clinton, a criança não inalar o fumo, já pode ser? Ou se comer palitos de cenoura em vez de batata frita?
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 06.01.2016 às 16:45

Eh pa, o Bill... a prova de que um homem pode fazer duas coisas ao mesmo tempo.
Ele tratava do expediente com a estagiária Monica ao mesmo tempo que conversava ao telefone com o homólogo russo.
Sem imagem de perfil

De Mirone a 06.01.2016 às 17:50

Já era o Put in? :)))
Não tinha nada essa ideia.
Sem imagem de perfil

De NM a 06.01.2016 às 21:52

Ahahahahahahahah Mirone... :DDDDD
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 06.01.2016 às 16:44

Claudia, há diferenças entre tradições, por mais estupidas que sejam, e hábitos.
Posso dizer-lhe que conheci gente que se enfrascava* à grande nas Queimas, e no resto do ano não cheirava álcool, nem sequer ao fim de semana ou nas noites de borga.

Mandar umas passas numa noite de festa pode ser visto como um devaneio, e se calhar os papás, se virem o petiz pegar num cigarro num dia "normal", dão-lhe uma lamparina nas ventas.

*e outros hábitos que não a ingestão de álcool, que quando é pró excesso, é em grande.
Sem imagem de perfil

De Pipocante Irrelevante Delirante a 06.01.2016 às 18:04

(Não sei como ninguém fez esta básica antes)


Lê as gordas da bloga? A picante e mais quais?


(Tinha de ser, era tao obvia...)
Imagem de perfil

De Filipa a 06.01.2016 às 20:34

Ahahahahahahahaha

Estava a ver que não!
Imagem de perfil

De Ana Rita 🌼 a 07.01.2016 às 08:34

Sou fumadora mas tenho o cuidado de não fumar em casa nem ao pé do meu filho. O meu vício é meu e como sou invejosa não o partilho com ninguém, nem com o meu filho.
Mas sei que nem todas as pessoas têm este cuidado.
E, concordo contigo, nos dos pontos de vista. Mas relativamente ao primeiro acho de uma falta de cultura e de zelo pelas crianças. Nunca na minha vida eu daria ao meu filho um cigarro para fumar, quanto mais deixá lo andar dois dias a fumar. É uma tradição estúpida horrível. Há coisas com nexo e engraçadas e tal mas esta... Um bocadinho de por favor gente.

Comentar post






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe