Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Desta vez porque a Teresa Guilherme desvalorizou um quadro de evidente violência que se passa no programa da tvi.

Pobres homens, cada vez mais vítimas.. Não sei como ainda têm paciência para aturarem mulheres.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


29 comentários

Sem imagem de perfil

De Me a 06.06.2016 às 09:27

Mas afinal o que se passou? Quem é que insultou quem, e o que é que a Teresa Guilherme "minimizou". É que eu não vejo esses programas... (foi quando?) 


A Rita Ferro, podendo não ser mal intencionada, é uma tontinha. 
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 10:58

Sábado. 
A rubrica acho que saiu ontem.
Sem imagem de perfil

De Be a 06.06.2016 às 10:02

Imagino que estejas a falar da casa dos segredos ou qualquer coisa afim. Isso em bom, era pôr as Capazes lá dentro. Se calhar começava a ver :D
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 10:57

Issequiera!
Sem imagem de perfil

De Me a 06.06.2016 às 12:02

Ahahah havia de ser bonito Be.
Imagem de perfil

De Gaffe a 06.06.2016 às 10:06

E eu a pensar que a "piquena" Rita era praticante de violência doméstica ao esbardalhar até à exaustão um número de telefone num dos seus programinhas!!!! 
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 10:57

Acabei de falar nisso no comentário que deixei ali à doce Alex.
A gaja tortura, credo!!
Sem imagem de perfil

De Alex a 06.06.2016 às 10:15

Como a TVI é canal quase bloqueado cá em casa não sei do que falas... suponho de algum realty show... a TG já tem idade para estar no conforto da sua casa, de mantinha para não lhe arrefecerem os pés..pois ao que se tem lido sobre esses programas junta casais , devastas-lhes a vida deles e famílias... aquilo nunca dá em nada e assim soma audiências com tipas e tipos estúpidos.. ninguém obriga ninguém a concorrer porque depois do contrato assinado fazem o que eles ( TVI) querem.. Por isso, violência tem de haver sempre juntar 20 pessoas todas com hormonas aos saltos numa casa fechados... só pode. Estúpido é quem assiste, vota e merdas do tipo. Hoje em dia a violência normal é crime... mas não é para todos.. pois quem leva.. muitas vezes até a merece e outras consente-a. Crime é haver programas que a fomentam. Jamais iria para um lugar daqueles vejo-me logo também a ser violenta com tanta burrice, vaidade e na minha opinião ao fim de duas semanas já todos andam dopados para aguentar..ainda na semana passada foi a taróloga da SIC...por isso, nunca sofri.. nunca a fiz... e jamais a admitiria ..por muito que gostasse de alguém.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 10:56

Portanto, eu assisto, logo sou estúpida. 
Está certo.
Olha que está aí um raciocínio do caralho.
Cá em casa é só gente burra, pá, vê-se de tudo. Ser sempre e bué erudita, cansa, uma pessoa precisa de dar descanso aos neurónios e ver destas coisas como se fosse o National Geografic, mas com pessoas.
Uma gaja está ali a ver, só naquela e nem sequer precisa que nenhum neurónio funcione. Como já aqui disse, é a bola de pilates que dou à minha massa cinza no final de um dia de trabalho.


A Teresa Guilherme tem idade e sobretudo a lucidez para fazer o que bem entender.
Tal como toda a gente, inclusive a Rita: imagina tu que voltana volta a vejo a massacrar o pessoal tardes inteiras com números de telefone de concursos de merda, com vista a que o canal dela se encha de dinheirinho. Bem vistas as coisas, esta merda é cá de uma violência que mais valia darem-me um chapadão na tromba e íamos logo à nossa vidinha de uma vez.
Mas não.
Ela gosta de prolongar sofrimentos. 
Manias.
Portanto, Teresa há-de arrumar as botas quando assim o entender. Aqui para nósque ninguém nos ouve, tenho para mim que ela anda nisto mais por desporto do que por outro motivo qualquer, mas enfim.


O que está na mesa é a acusação de Rita.
Que sem ver a totalidade da situação e porque existe efectivamente uma mulher no meio, lá vai ela para as capazes dizer merda.
Será que as feministas foram todas às comprase as palas dos burros estavam em promoção, pergunto?
Sem imagem de perfil

De Isa a 06.06.2016 às 11:53

A TG faz programas para única e exclusivamente audiência, e faz ela muito bem.  Não acompanho este, mas já acompanhei outros, suponho que seja este dentro do formato habitual. Se o que se passa dentro de uma casa com não sei quantos adultos a darem livre curso às suas inseguranças  se pode contextualizar em qualquer vertente de  "violência", então a  Rita já vem tarde. Nos anteriores já vi de tudo, inclusive violências várias a todos os meus 5 sentidos. (A Bibi, por exemplo, era de uma violência extrema em relação lá ao pai do filho dela, com chantagens emocionais, psicológicas, verbais e até físicas e não li "capaz" nenhuma a condenar os actos). Dá até a impressão que uma gaja pode tudo, ou que estamos numa época de completa inversão de papéis onde os valores continuam, pacientemente, à espera de uso.
Trazer-se um tema como "violência " para um concurso daqueles, parece-me ser coisa de quem procura mediatismo e só. 

Ninguém obriga ninguém a permanecer num concurso. 


Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 12:29

E quem é que obriga aquela gaja a ficar com aquele machista que já a avisou que quer uma gaja que só tenha olhos para ele e viva para ele (estou a falar dos concorrentes em questão)?
E quando ela não faz o que ele quer, ele acaba.
E ela faz chantagem, manda-se para a piscina, chora, esperneia, mete-se no diche vestida, insiste, e quer porque quer e bate o pé, e o rapaz ou volta com a palavra atrás ou a foca não se cala.


Um chapadão naquela tromba era pouco!
Sem imagem de perfil

De Isa a 06.06.2016 às 13:04

Opá, pelos deuses ... estes concursos vivem disso, pá!  da controvérsia, dos ânimos exaltados, do ciúme. Aquele pessoal é escolhido a dedo, as suas emoções são exploradas até à exaustão e em dias de gala são-no mais um bocadinho, com os amigos e familiares na assistência, e as lágrimas, e as indignações e os beijinhos. Têm o mesmo formato no mundo inteiro, quem lá dentro der mais estrilho, cá fora ganha mais dinheiro, independentemente de se ganhar o concurso ou não. Está tudo a trabalhar pró mesmo, caramba. 
É que se fosse o primeiro programa do género, ainda era tudo apanhado de surpresa, mas agora?? Por favor.. 
Quem entra sabe ao que vai. Se incomoda muito, sai, pô! 


Acho que chega até a ser insultuosa a sugestão de "violência" num caso destes, se comparada à da manipulação emocional e psicológica de quem está agarrado/a a compromissos que  toma como sérios, quer que resultem, e se submete a todo o tipo de barbáries que atrás mencionei e em muitos casos físicas também, convencido/a - porque o/a convenceram - que merece aquilo tudo de castigos, provações, desvalorizações e humilhação, por acreditarem que valem só aquele poucochinho. 
Sem imagem de perfil

De Troll a 07.06.2016 às 17:15

Impossível não deixar aqui uma referência a este comentário da Isa. Extraordinária forma de referir este assunto, parabéns Isa.
"quem está agarrado/a a compromissos que  toma como sérios, quer que resultem...". É mesmo isto e tantas vezes tão mal compreendido.
(e isto não é desculpar, não estou a desculpar, é entender do que se trata)
Sem imagem de perfil

De Me a 06.06.2016 às 12:24

Claramente a Teresa Guilherme não trabalha por necessidade...


Tu, e só pq és tu (que dás umas dicas impec's à malta) podes ver lá a casa do putedo à vontade ;)
Mas temos de admitir que não acho normal as audiências que essas merdas têm...


Concordo com o não dar para ver só coisas cheias de "cóltura", tb gosto de ocupar a mente a ver coisas mais ocas e que n me obriguem a pensar. Pessoalmente escolho séries de merda para isso. São opções, não censuro. Excepto quando sei de crianças que vêm esse tipo de programas  (isso já me faz mta espécie...tal como faz verem séries ou desenhos q n são apropriados p as suas idades). 
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 12:26

Epá, gosto.
E gosto da Teresa e quando for velha quero ser assim.
Ou como a Isa mas em bom.
Sem imagem de perfil

De Me a 06.06.2016 às 12:36

Atenção, acho que a Teresa é um Ás a fazer o que faz. Melhor do que ela não deve haver por cá. 
Eu n aprecio mm é o formato dos programas. Gostei do primeiro BB, foi genuíno. Notou-se que as pessoas n sabiam ao que iam nem o que as esperava. Foi giro. 


Depois disso acho que já é tudo muito fajuto.
Claro que tb há lugar para a espontaneidade, mas ainda assim, acho que já não é a mesma coisa.



Rio-me com algumas coisas que vejo no fB ou isso (como a xaroca) mas n ligo mto.


Qt à situação q despoletou isto não vi (para já), não posso falar. Mas tendo em conta a habitual participação das capazes, em especial da Ritinha...
Sem imagem de perfil

De Isa a 06.06.2016 às 13:10

Se calhar queria dizer "como a Isa mas em ainda melhor" não..?


Pá, agora parecias aqueles putos, quando a gente lhes pergunta o que querem ser/fazer quando crescerem, e respondem coisas do género: "Fada!" ou "um unicórnio!" ou " acabar com a fome no mundo!"




Sua orca.
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 13:10

Não, não queria.
Queria ter dito o que disse.
Sem imagem de perfil

De T. a 06.06.2016 às 11:25

Não vejo o programa, portanto não faço ideia do contexto da coisa, mas a Rita Ferro Rodrigues é daquelas pessoas que me irritam solenemente assim que abre a boca. Raramente leio alguma coisa dela porque são textos sem conteúdo nenhum, para ficar bem para a fotografia e parece que gritam "olhem para mim que sou tão feminista, defendo os pobre e oprimidos, sou uma pessoa tão iluminada".
Sem imagem de perfil

De Me a 06.06.2016 às 12:11

É por ai é. Também acho que o conteúdo dela tem mto pouco substrato...
Acho que perde a razão pela maneira como diz muitas coisas. E que aponta logo dedos sem analisar com atenção.
Para ser honesta, eu que até sou sensível a causas feminista (sim, pq a descriminação ainda existe em grande) acho que ela só dá "má fama/nome" à causa. Mas pronto, eu tb sou conhecida pelo meu mau feitio ;)
Sem imagem de perfil

De Alex a 06.06.2016 às 11:35

Não se trata de ser mais ou menos erudita, mais ou menos estúpida ..o que sei desses programas é o que vai saindo na imprensa - no café e cabeleireira é a literatura que oferecem na sala de espera - logo não se trata de te chamar nada a TI!  Nem sei do que falas e qual foi a situação. Se calhar consumo lixo televisivo estrangeiro, já num post tinha dito que via pouca televisão.. não tenho tempo/disposição prefiro  fazer outras coisas...A TV portuguesa é puro lixo de manhã até á noite.. um massacre de 760... alguém consegue aguentar um programa onde de 5 em 5 minutos  leva com 20 de 760... de resto estes programas da Tia Té-té já se viu de tudo sexo, violência física e psicológica a toda a hora.. porque selecionam de certeza gente sem miolos.. basta ser loira, cabelo comprido e tamancos..e eles tatuados, musculados.. e cérebro zero. Daí não entender a tua indignação.. nada é por acaso..a TG acaba casamentos, faz outros com pessoas que nunca se viram...pobres cobaias que para lá vão.. Mas foi como te disse ninguém é obrigado a concorrer.. e continuam a fazê-lo a troco de quê? Fama? Dinheiro? Não tenho pena nenhuma dessa gente...seja quem for que pratica violência doméstica sabe que a faz porque pode.. em pleno séc. XXI .. há muitas maneiras de a combater...cada vez as meninas são mais mimadas e os meninos mais violentos... ora na hora a "coisa" dá para o torto...já vi big brothers, Casas de Segredos.. mas deixei de ver  tal como já vi novelas e deixei de ver...não vejo isto como sendo erudita...ou quem vê é estúpido...simplesmente não me revejo naquilo. Nem é realidade porque é muito mau para o ser mas não é ficção.. porque aquela gente existe. Mas já me vou informar sobre o caso. A Rita Ferro Rodrigues está na SIC.. a impingir prémios aos domingos.. certo? Acredites ou não vejo muita pouco televisão.... e canais portugueses muito menos..
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 12:26

Amiga, quem apelidou de estúpida foi vocelência, não eu, han?


Para além disso, já reparaste que não é o programa nem a sua qualidade -ou a falta dela- que se trata, né? 
É o facto da Teresa Guilherme ter relevado aquilo que a Rita acha um quadro de violência e agressão. 


Esqueceu-se foi de virar a tv ao contrário: havia de a deixar de ver de pernas para o ar.
Sem imagem de perfil

De Alex a 06.06.2016 às 12:51

Nesse caso a Rita devia estar caladinha porque ela também a exerce semanalmente num qualquer programa de domingos à tarde sobre quem tem pachorra para a ouvir!  Olha, entre a TG que já tem idade para ter juízo e a Rita não há muita diferença e segundo me informei no "dioguinho" pelos vistos é a gaja que se humilha, que rasteja  a um tipo.. por isso, se realmente sofresse de violência não faria figurinhas que pelos vistos faz. Se o tipo quer acabar com ela e ela massacra... ou foi mal habituada ou é mesmo burra.. Ou então sou eu que leio e vejo tudo ao contrário.  E JAMAIS me passou pela cabeça chamar-te seja o que for por veres ou saberes...eu própria já vi esse tipo de programas e as audiências pedem violência e sexo... mas só vai quem concorre quem se predispoe a fazer figuras... bem vou ligar para o 760...Image
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 13:13

Eu sei que não, pá. 
Ias agora chamar estúpida a alguém que diz que é!!
Ao menos chamavas-me uma cena super original, tipo invejosa ou mal fodida ;)
Sem imagem de perfil

De XPTO a 06.06.2016 às 12:46

Rita who?
Whati? Oi? Onde?
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 13:14

Rita Ferro Rodrigues lá no site das feministas.
Sem imagem de perfil

De XPTO a 06.06.2016 às 14:01

Ahhhh!!! Não conheço o site. Vou ver!
Sem imagem de perfil

De XPTO a 06.06.2016 às 14:21

Dasse... mas porque é que me meto nisto!! Mais um bug no meu PC!
Imagem de perfil

De Filipa a 06.06.2016 às 14:32

AHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!

Comentar post






Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe