Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pegai lá

por Filipa, em 06.04.18

base.jpg

 

Nunca falto às minhas promessas, já deviam saber disso.

Esta base é tudo aquilo que tenho vindo a falar e um bocadinho mais: é a textura, é o aroma, é o acabamento, é a duração, ahhh profundamente apaixonada por mim própria de cada vez que me vejo ao espelho. Já apliquei com primer- por falar em primer, acreditem em mim quando vos digo que não estão preparadas para o que aí vem-. sem primer, com Fix Plus, sem Fix Plus, com pó, sem pó, com as mãos, com o pincel, com a beauty blender e não há volta a dar, a bicha passa todos os testes com distinção. Para rematar, a quantidade é maior do que o normal- cerca de 48ml-. pump para que o produto nunca perca propriedades por estar em contacto com o ar nem haja desperdício, cruelty free, vegan e uma embalagem fofinha, fofinha, .
Querem mais o quê? Um pó translúcido capaz de acrescentar cobertura, que alise poros e disfarce linhas finas, que tem uma ligeira luminosidade -não estou a falar de glitter nem purpurina, ok?- que fixa tudo tudo e ao mesmo tempo faz-vos resplandecer porque afinal, o mate-deserto-do-saara é para miúdas acneicas?

Também se arranja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porque senão, vejamos:

por Filipa, em 26.03.18

Efeito mate.

Para quem tem pele mista ou oleosa, não há nada mais desconfortável do que andar com lencinhos a ensopar a bela da oleosidade da zona T. Por outro lado, não pode ser demasiado mate, porque senão em vez de pele fica-se com a cara tipo deserto do Sahara, seeeeco que até repuxa enfatizando desta forma as linhas de expressão que na realidade não passa de uma maneira mais delicada de dizer "rugas" e sem ferir susceptibilidades.

Resumindo, quer-se o melhor dos dois mundos; por um lado queremos uma base que não promova a fabricação de sebo nas zonas onde este tem por hábito espevitar, por outro, queremos uma pele luminosa -que é diferente de sebosa- e aspecto saudável. Ora se o efeito mate comporta nele a capacidade de anular brilhos, pensava eu que apenas procurava o impossível e resignada, conformei-me com a melhor na altura, a Born This Way, que não sendo má, não me arrebatava, não me arrastava pelos delírios do deslumbramento. 

Ahhhhh, como a minha luta foi inglória, sempre de brilho esperançoso no olhar, de cada vez que uma base prometia esta dualidade de critérios e eu me chegava a ela, na esperança de por e enfim, encontrar o Santo Graal do reboco facial!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Andava eu aqui muito sossegadinha na minha vida de pessoa devidamente besuntada com A base de que vos falei aqui há um porradão de tempo quando algo sucedeu. Oscilava muito entre uma vontade indómita de experimentar coisas novas e a loucura de me deixar ficar casada com a dita base, o resto da minha vida, qual casalinho em honeymoon. Afinal, trata-se de uma base cujo único defeito era o acabamento pouco natural caso a pessoa quisesse sobrepor camadas, naqueles spots malvados, as in a puta da idade. Portanto, a fasquia de tão alta que era, perdia-se de vista e eu achava que não, que melhor que a Born This Way isto só lá ia morrendo e nascendo de novo.

Até que num dos meus passeios cibernéticos -esqueçam as putas das perfumarias, rais parta a quem contrata estes calhaus com olhos!- dou de caras com uma base nova, cheia de predicados e que apenas nos prometia, a nós, pessoas lindas porém com pequenos quês dispostos a serem aprimorados, tudo. Isso mesmo: tu-do.

Ora, eu que não resisto a um tudo bem elaborado, a um tudo objectivo cheio de palavras-chave e promessas gloriosas, tive mesmo de me agarrar a ela não me fosse a tipa voar para um lar frio e sem amor, e oh minhas amigas, estou aqui de boca aberta com isto que se alapou aos meus não sinais da idade

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Continuo firme e implacável na minha missão terrena que é a de experimentar o maior número de maquilhagem possível sem que consiga terminar um único produto que seja. Não me perguntem onde nem como a guardo/arrumo, até eu própria me surpreendo com a minha capacidade organizativa que passa muito por abrir gaveta, enfiar tudo lá para dentro, fechar gaveta e ir à minha vidinha. De quando em vez, sobretudo naquelas alturas em que o homem diz que não tem espaço para as coisas dele -"coisas dele" as in espuma de barbear, after-shave e gel para o cabelo, não entendo, qualquer buraco ou corner de banheira serve para estas misérias mas enfim- lá começo a ver do que é que me posso livrar e chego sempre à mesma conclusão: de nada! É tudo meu, não sei o dia de amanhã, uma pessoa não sabe se de repente precisa de 76 máscaras de pestanas assim numa urgência, ou de 16 lápis de olhos já secos, do tempo em que no mês de Outubro não se dormia de cuecas e de janelas abertas, maneiras que retorna tudo para as catacumbas cosméticas e o gajo que meta mas é a viola no saco que eu também não embirro com o desodorizante dele que está entre mim e a minha linha capilar -que também parece que procria, credo, de onde é que aquilo tudo saiu assim de repente??

Nesta minha senda e enquanto o homem se desdobra em atenções na Fnac e derivados, eu estou nas minhas pesquisas Sephorianas que é onde desagua o melhor da maquilhagem global. Ora, eu já tinha andado em averiguações, já sabia que este é o babado no que diz respeito às destrambelhadas na arte de riscar a pálpebra e não sendo eu propriamente uma destrambelhada na verdadeira acepção da palavra, há dias em que sinto que se tivesse algo que me facilitasse a tarefa, era uma pessoa muito menos panda, se é que me entendem.

 

benefit.jpgThey're real! push-up liner -Benefit

 

 

Sou pessoa dada ao delineador em gel. Porque o preto é mais preto, porque risca melhor, porque como é feito com um pincel à parte posso ir controlando a grossura do bicho, por isso quando ouvi falar aqui no menino fiquei logo de orelha em pé. E quando nos conhecemos, esqueci todos os meus relacionamentos em gel anteriores. Isto é tão bom, tão bom que ganhou logo lugar nos produtos diários e que têm um sítio especial, mais à mão de semear e que estorvam igualmente o homem, uma vez que jazem entre a máquina de aparar a barba e o frasco do seu perfume. Desliza que é uma maravilha, é em caneta o que se traduz num traço mais preciso, a aproximação à pestana também é feita com outra pinta, parece mesmo que nasci para isto, deixei de andar com cotonetes cheios de cuspo atrás para limpar eventuais deslizes, faço traços de gatinho como ninguém e não me ponham à prova que sou gaja para apostar conseguir fazer o risco de olhos fechados. Há em várias cores mas a mim quem me tira o preto, tira-me tudo. Já podia ser uma gaja de traço direito e limpo há pelo menos três anos, que foi quando este produto foi laçando, mas por algum motivo que me ultrapassa, andei a dormir este tempo todo. Estúpida de merda.

Mais uma dica de borla para vocelências. Estou a juntá-las todas que o Natal está aí à porta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olhá máscara de pestanas quentinha!!

por Filipa, em 14.04.16

´Tão que então pensavam que me tinha esquecido da máscara de pestanas que bomba aqui que é uma coisa louca, há já algum tempo, o suficiente para vos vir tentar?

Nunca me esqueço das minhas promessas, suas tontas, tenho é preguiça a mais e vontade a menos de lhe dar a volta. 

Só não digo que é A máscara porque cultivo em mim a esperança de encontrar outra que consiga ser ainda melhor e assim encontrar, num futuro próximo, o graal do pestaname farfalhudo e comprido.

Mais ainda.

Porque coisas há que nunca são suficientes para uma mulher. 

No meu caso gosto de pestanas marcadas, desenhadas, longas, cheias de volume, do género, pisca aqui e a uma resma de papéis esvoaça ali. Se são das que gostam de máscara transparente porque ai e tal eu gosto é das pestanas com um aspecto natural, então fora do meu blog. Gaja que é gaja gosta que o seu olhar seja a estrela da companhia, gosta que este marque, que deixe rasto. O meu deixa um rasto desgraçado. Nos óculos. Ando sempre com eles todos sujos de máscara, para terem a noção do comprimento das bichas.

 

guerlain.jpg

  Guerlain, Maxi Lash So Volume

 

 

Esta menina tem uma fórmula tão cremosa e suave que, pasmem-se, podem passá-la nas pestanas mesmo que a primeira aplicação tenha acontecido há horas atrás.


Então mas porque é que nós havíamos de aplicar máscara por cima de uma seca?

Simples. Podem olhar com mais atenção e ver que a maquilhagem merecia mais quantidade de produto, podem estar com uma make de dia e receber de repente um convite para uma festa, fazem o quê?, tiram tudo e refazem? Já não é preciso, a partir deste momento, basta abrirem esta embalagem cheia de glamour e voilá, é colocar máscara até enjoar ou até não conseguirem abrir os olhos com o peso.
Existe uma versão à prova de água, mas não gosto. Aliás, odeio máscaras à prova de água porque só me dificultam a vida na hora de desmaquilhar os olhos. Quanto menos agressão na zona ocular, melhor e não estou só a falar das pestanas que se podem perder. Pequenas linhas e rugas podem-se formar se a limpeza não for delicada. Para além de não gostar, não preciso de máscara wp simplesmente porque as que uso não saem do sítio, não termino o dia em panda style nem suja em lado algum. Esta não é excepção. Coloco de manhã e mantém-se intacta até à hora que decido retirar e toda esta eficácia e durabilidade não faz mossa nos meus olhinhos sensíveis por mor da utilização das lentes de contacto.
Se recomendo?, olarilas.
Por acaso não me lembro do preço, já sabem que não ligo a isso desde que o material seja bom, mas acredito que ronde os 40, 45€, apesar de valer muito mais.


Ahhhhh, mas é tão pequenino...

Agora fazia aquela piada fácil, que não interessa ser pequenino se o desempenho for exemplar.

Acontece que não é piada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Header gentil e adoravelmente cedido pela

Gaffe